sábado, 24 de março de 2012

A fé movendo montanhas... de dinheiro

4 comentários
Temos visto ultimamente no Brasil a fé movendo montanhas... de dinheiro.

E o pior, muitos daqueles que deveriam cuidar das ovelhas do Senhor se preocupam apenas em viver as custas da lã que as ovelhas produzem.

Se por um lado estes estelionatários travestidos de líderes religiosos, lobos em peles de cordeiros, dizem "Dê sua oferta ao Senhor com alegria", não notamos eles devolvendo com a mesma alegria e o patrimônio deles crescem assustadoramente, mas seus fiéis ignoram este fato, ou se enganam dizendo que o Senhor derrama sobre estes "santos homens" chuvas de bençãos, chuvas estas que não caem sobre si mesmos... Pior do que não ter fé alguma é ter uma fé cega.

Sim, a fé transforma vidas, restaura famílias, produz misericórdia, salva, liberta, perdoa, cura, cria, etc... Isso tudo tão e somente para honra e glória de Deus... O bom é que Deus ama tanto o homem que faz tudo isso de graça, ainda que não mereçamos... Mas tem salafrários que lucram em cima daquilo que Deus faz... Não há que se pagar pelos frutos da fé, é de graça, porque o que havia de ser pago já o foi há mais de 2000 anos, por um alto preço, o sangue de um inocente, Jesus, vertido na cruz.



Não sou contra o pagamento dízimo, acho que é obrigação dos membros de uma igreja arcar com as despesas da igreja e custos de empreendimentos missionários e assistenciais, mas cada um conforme sua condição e sem nenhum constrangimento.


Não se iludam e nem se comovam com "homens e mulheres de Deus" que choram perante a congregação convocando "almas" a contribuírem com dinheiro em campanhas com apelo de pagar dividas da igreja ou levar a Palavra de Deus a todas as criaturas, os verdadeiros homens e mulheres de Deus confiam que "o Senhor é o seu pastor e nada lhes faltará" (Salmos 23:1) e também sabem que eles são mais que as aves do céu que  "não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta." (Mateus 6:26).


Os verdadeiros homens de Deus não cobram pelo dom que Deus lhes emprestou, pois, sabem que o que "de graça recebem, de graça  devem dar." (Mateus 10:8)

Quanto aos membros também cabe um conselho, realmente devolvei   com alegria parte do que o Senhor lhe prepara, mas não sejam tão ou mais gananciosos que seus líderes religiosos, dando dinheiro, mas esperando receber em dobro, triplo.

Abaixo Silas Malafaia, me recuso a chamá-lo de pastor, pois, não passa de um mercante da fé, em sua campanha de arrecadação de 1 bilhão de reais.



E abaixo uma reportagem da Rede Record de televisão, uma empresa privada sustentada com recursos captados e sonegados pela Igreja Universal do Reino de Deus, que também é de propriedade de outro mercante da fé, o Edir Macedo, em que o "mestre" ataca seus"discípulo", mas não por motivos nobres e muito menos cristãos,   eles disputam almas no mercado da fé, ou seja, é uma questão meramente concorrencial, onde o sujo fala do mal lavado.    





4 comentários:

Regina Farias disse...

CADEIA NELES!
Eles não são apenas perversos.
Já atingiram outro 'estágio' de nome sociopatia.
Observe a vida pessoal deles e veja que todos têm a mesma característica: megalomania.
Que doencinha nojenta essa. Principalmente quando mexe no bolso do outro. Isso aí já é CRIME. E usando o nome de Deus?! Esses caras não tem juízo mesmo. Ora, se a pessoa tem mania de grandeza 'tudo bem', mas vá ser doente bem longe. Não venha usar o nome de Deus pra conseguir isso tirando dinheiro dos fanáticos religiosos.

Quando vejo esse Edir Macedo só me lembro de um video que circulou na midia há uns dez anos ou mais, pra quem quisesse ver, onde ele e o bando, numa praia do Rio, estão às gargalhadas dizendo como tiraram dinheiro dos trouxas. Sem falar em escândalos mais recentes. Putz! Não sei com quem fico mais indignada: com quem ludibria os ingênuos ou com estes últimos (Pra não dizer otários)

Enfim...
Já vi que as ovelhinhas desses tipos de pastores acima não são apenas cegas e surdas. São acéfalas.

A malafeia esteve aqui em Recife nesse último findi, mas estou muuuito aliviada porque eu não vi a repercussão do espetáculo rss; sei porque os outdoors batiam em minha vista sem eu querer, enquanto dirigia pelas ruas da cidade, chegando a doer a córnea rss A cidade tava infestada affff

Quanto ao caubói de Deus (de Deus?!) eu já tinha visto lá no blog do Hélio uma matéria sobre ele. Impressionante como tem ator descarado nesse mundo gospel.

Haja misericórdia divina pra tanta falta de vergonha na cara.

Mario disse...

O criem de estelionato está previsto na legislação, mas muitos dos que acordam, muitas vezes sem nada, tem vergonha de denunciar, pois, assumem sua ingenuidade.

Fazer o que, as estão lá por espontânea vontade, algumas doam por amor a Obra de Deus, outros doam querendo barganhar com Deus e outros porque são envolvidos e manipulados por esses crápulas.

GiLpsBR disse...

"Já vi que as ovelhinhas desses tipos de pastores acima não são apenas cegas e surdas. São acéfalas"

A Paz de Deus, irmã Regina!

Destaquei este interessante trecho das suas observações para comentar algo que tem inquitado a minha alma acerca dos fieis destas pseudo igrejas mercadoras da salvação.

Sei que muitos daqueles irmãos foram movidos àquelas fileiras de puro e sincero coração no desejo de servir ao Senhor, até mesmo em momentos de inexprimível desespero foram estas as instituições que lhes alcançou através da propagação midiática.

Se algo de bom pode se tirar destes luares é exatamente isso, o poder de resgate de almas em momentos extremos... É, Deus usa caminhos misteriosos. Contudo, apenas resgatam, já que o "preço da salvação" é de pronto apresentado em cifras, sem qualquer preocupação com a verdadeira conversão cristã, para eles pagando o dízimo direitinho é tudo o que importa.

Deixando de lado detalhes da vida espiritual de certos líderes os quais vieram ao meu conhecimento, porém não julgo lícito expor estas questões sem ter maneiras para comprova-las cabalmente, me questiono acerca da autoridade concedida ao ministério destas denominações.

Certa vez, visitando uma delas sai realmente escandalizada com o que vi... nada de pregação da Palavra de Deus, nada do amor de Cristo.

Se apenas Jesus conduz à salvação, como ficam estes irmãos que, na sua simplicidade, acabam presos nestas armadilhas onde sequer o nome do Senhor é citado???

Então, se "as estão lá por espontânea vontade, algumas doam por amor a Obra de Deus, outros doam querendo barganhar com Deus e outros porque são envolvidos e manipulados por esses crápulas" devemos sim fazer algo: ORAR MUITO!!! Por aquelas almas, para que Deus venha a conceder entendimento aos que ali estão e são verdadeiramente seus, e por justiça, para que estes imundos que usam o santo nome de Deus para acumular divisas venham a sofrer as penas das leis dos homens e a igreja de Deus na Terra não seja mais associada a este tipo de crime.

Fiquem com Deus!!!

Regina Farias disse...

Querida irmã Gil,

Paz no teu coração.

Essa falsa autoridade, por meio da qual eles se apoderam das MENTES das pessoas, é concedida justamente por essas mesmas pessoas. Se não existisse essa categoria de 'fiel', esse tipo de líder jamais existiria. De maneira muito esperta, esse falso guru das multidões sabe que o povo é sedento por um milagre em suas vidas, então logo trata de unir o útil ao agradável tanto para ele como para o povo. Ele bem sabe que é 'útil e agradável' ao povo aquele ópio religioso; e, útil e agradabilíssimo o saldo que essa neurose coletiva proporciona à sua conta bancária.

Não é por acaso que Jesus alerta claramente sobre o que dirá a esses ladrões que se rotulam de profetas milagreiros e expelidores de demônio.

É verdade, você tem razão, o povo está sedento de algo que só quem preenche é Deus, como diria o autor de Eclesiastes. E, como disse uma vez um amigo pastor, se uma pessoa qualquer de barba e vestes longas, parecida com os profetas do AT, começar a andar pelo calçadão na praia, vai 'chover' gente seguindo. Mas veja, seguir é muito fácil, pois na verdade todo mundo quer é se dar bem, resolver suas broncas pessoais. Já entregar a vida pra Deus resolver do jeito Dele, neguinho salta longe. Um dia desses eu recebi uma msg de uma 'mala' que queria um favor meu e pra tentar me manipular, ela colocou ao final 'Deus tem seus planos'. Ora, Deus tem seus planos. Fato! Nós é que precisamos nos alinhar a estes planos que são Dele!

Perdão mas eu vou discordar - em parte - que a grande massa queira, de fato, Deus como Seu Senhor. Jesus, já conhecendo o que vai realmente no coração do homem, sempre tinha um barquinho à disposição, quando a multidão começava a comprimi-Lo. Ele, mais do que qualquer um de nós, sabia qual era o intento real das pessoas em sua grande maioria. Há inúmeras situações nas narrativas nos evangelhos que denuncia essa faceta oportunista do ser humano, mas eu vou citar apenas dois casos: a dos dez leprosos que depois de curados, nove deles se mandaram sem ao menos esboçarem um educado 'muito obrigado'. Porém, se prestarmos atenção, veremos que eles foram curados apenas FISICAMENTE, pois era apenas isso que eles procuravam. Cura física, como muitos que lotam as igrejas com ares de piedosos, mas só querem 'se dar bem' na mesma proporção daquele que também vai em busca de outras 'curas'.

E o outro exemplo é o da 'mulher do fluxo de sangue' que O tocou em meio àquela multidão. Ora, quantas pessoas não já haviam tocado Nele de maneira a se dar bem?! Mas aquela tocou de forma 'diferente'. Aquela mulher, assim como um dos leprosos, reconhece o Seu Senhorio.
E o que diz Jesus apenas a eles dois? - A tua fé te salvou, vai em paz. É essa salvação que interessa a Jesus. A salvação realizada a partir da fé que se depositou totalmente Nele. É dessa TOTAL dependência que a Ele interessa. E essa é a Cura que Ele faz, uma cura espiritual na qual Ele completa nos enchendo o ser de Sua PAZ.

Não se engane: a grande multidão - SEJA EM QUE DENOMINAÇÃO FOR - só quer se dar bem,negociar com Deus em alguma coisa que ela acha que está faltando em sua vida. Quando se fala em gente que está ali apenas para adorar a Deus, LAMENTAVELMENTE esse número cai drasticamente.

A vida plena (em abundância) que Jesus oferece, mesmo nas circunstâncias, a paz que excede todo entendimento com alegria tatuada no coração, ainda que este sangre vez em quando, é um paradoxo que não interessa à maioria dos crentes que LOTAM as igrejas. E não apenas as igrejas dos Valdomiros ou Macedos da vida...

Deus te abençõe!
R.

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação