sábado, 23 de julho de 2011

Os três porquinhos: edifique sua fé sobre a Rocha

1 comentários
Todo mundo conhece a história dos três porquinhos, estive pensando e vi que ela se aplica a Igreja de Deus, que como sempre gosto de frisar, não é composta de tijolos e nem tem placa denominacional, mas é composta pelos templos vivos, que são os crentes em Cristo Jesus.

No conto infantil, três porquinhos, construíram cada um sua casa para se protegerem do lobo, mas cada um usou o material que lhe agradava, um deles construiu sua casa com bambu, barbante e cola, outro construiu sua casa com madeira e o outro com tijolo e cimento.

Um dia o lobo faminto passeando no bosque se deparou com a casa de bambu, sentiu o cheiro de porco,  pediu para que o porco saísse, como o porco se sentia seguro dentro de sua casa desafiou o lobo, que soprou, soprou até a casa não resistir e cair, o porquinho que morava nessa casa,  desesperado, correu para a casa de madeira do seu irmão e ali se sentiu seguro, mas o lobo havia perseguido ele, e novamente os porquinhos se sentiam seguro dentro da casa, mas o lobo soprou algumas vezes, e a casa de madeira também não resistiu e caiu, os dois porquinhos assustados correram para casa de tijolo de seu irmão, o lobo os perseguiu, cansado e quase se fôlego o lobo esbravejou, mas os porquinhos não temiam, pois, se sentiam seguros na casa de alvenaria, o lobo soprou mas a casa não se abalou, então, mais furioso o lobo soprou e soprou, e soprou cada vez com mais força, até que se cansou e tentou enganar os porquinhos para que eles saíssem da casa voluntariamente.

O lobo para enganar os três porquinhos ofereceu-lhes dividir maçãs, mas os porquinhos eram espertos, marcaram um encontro com o lobo no pomar para o dia seguinte, e enganaram o lobo, pois, quando o lobo chegou ao local combinado deu por falta dos três porquinhos, que estavam em cima da arvore comendo maçãs e atiraram maçã no lobo, depois eles despistaram o lobo e se trancaram novamente na casa de alvenaria, que era um seguro abrigo. O lobo tentou então entrar pela chaminé, os dois porquinhos que tiveram suas casas derrubadas pelo sopro do lobo temeram, mas o dono da casa de tijolos decidiu acender a lareira e o lobo queimou seu rabo, fugiu e nunca mais apareceu.

Sábio e prudente será o cristão que sobre a rocha sua casa edificar e se preocupar em alicerçar bem ela, a rocha é Jesus Cristo e o alicerce deve ser a Palavra de Deus, que é a única regra de fé e conduta para os cristãos.

Nada impede que edifiquemos nossa casa sobre a areia, mas assim como os dois primeiros porquinhos do conto infantil, em vão terá trabalhado, pois, qualquer vento porá a casa abaixo e, assim, se encontrarão em perigo.

Mas aqueles que sobre a rocha edificar sua casa não temerão aos fortes ventos e nem tempestades, pois, se sentirão seguros debaixo das potentes asas do onipotente Deus.

Aqueles que alicerçarem sua fé na Palavra de Deus e não nos homens não terão suas crenças abaladas se por acaso os homens que estão à frente da congregação vierem a cair ou a igreja (denominação) se corromper.

O próprio mestre recomendou que examinássemos as escrituras, pois, é ela que testifica sobre ele, e é na Bíblia que encontramos a sabedoria para não sermos enganados pelo lobo e resistir ao diabo, e resistindo ao diabo ele fugirá de nós.

Não se oprima se você não sente segurança em sua “casa”, sua casa espiritual é construída todos os dias, a cada dia um tijolo, jamais se esqueça que Deus não chama os capacitados, mas capacita os escolhidos.

Também não seja hipócrita, a igreja não é uma galeria de santos, mas um hospital para pecadores, a Igreja é uma grande construção, onde cada crente representa um tijolo, há espaço pra todo mundo, pois, onde não cabe um tijolo inteiro coloca-se meio tijolo, onde não cabe meio tijolo será necessário um caco de tijolo.

1 comentários:

Milla disse...

Mário, adorei o blog...
Fuçando no youtube vi um video sobre a história da CCB e por ele encontrei o seu blog...
Li alguns textos e percebi que ia antes na CCB e agora na batista...
E também concordo com a maioria dos comentários quando dizem que o que te leva ao reino dos céus não é a placa da igreja, mas sim o que está no seu coração.
Por algum motivo, esses dias estava passando os olhos pelo livro de Corintios e me deparei com uns versículos acerca das igrejas e quero te mostrar aqui:
"Porque dizendo um: Eu sou de Paulo; e outro: Eu sou de Apolos: porventura nao sois carnais?
Pois quem é Paulo, quem é Apolos, senão ministros pelos quais crestes e conforme o que o Senhor deu a cada um?
Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento.
Pelo que, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega; mas Deus deu o crescimento.
Ora o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho.
Porque nós somos cooperadores de Deus: vós sois a lavoura de Deus e edificio de Deus" (I aos corintios 3)

É muito dificil encontrarmos algum blog que fale de Deus que não acuse uma denominação ou outra... Algum blog realmente puro que queira apenas falar de Deus, sem discussões terrenas sobre qual igreja está certa ou errada.
Sou blogueira também e tenho vontade de abrir um blog pra falar das coisas de Deus, mas meu espírito é muito pobre de sabedoria e não tenho ainda a guia de Deus pra essas coisas. Não quero estragar nem errar sobre as coisas de Deus que são sérias e santas demais.
Eu frequento a CCB porque gosto. Gosto inclusive da doutrina, embora rígida, me agrada a alma... Encontro paz nessa igreja, ainda nao tendo sido batizada, sei que ainda serei.

Enfim, como eu disse...
Gostei muito desse blog e vi sinceridade.
Siga sempre o seu coração.
Tendo fé em Deus e obedecendo seus mandamentos Ele se agradará de ti. =)

A paz de Deus.

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação