segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

A igreja de Jesus

0 comentários
Anos atrás, motivado pela rivalidade denominacional existente entre membros de diferentes instituições  escrevi aqui no blog sobre A Igreja de Deus  com o intuito de fazer alguns entender que a igreja de Deus somos nós, o templo do Espirito Santo.

Sete anos após a primeira postagem sobre o assunto noto que muitos evoluíram neste quesito, e compreendem perfeitamente o que é igreja, mas ainda há muitos que não são capazes de entender, por isso, se digladiam e se atacam nas redes sociais.

Hoje, retomando o assunto, agora com o título A Igreja de Jesus, supondo que muitos já sabem que a igreja somos nós, a intenção é estimular a reflexão, principalmente, daqueles que travam batalhas em nome de suas denominações, sobre a maneira como temos sido igreja. 

Apenas para relembrarmos, igreja de Jesus não é um prédio, uma instituição constituída sob um número de CNPJ, um nome registrado no Instituto Nacional de Marcas e Patentes, um lugar onde vamos para conviver com os irmãos na fé, uma organização não governamental que realiza aquilo que os governos se omitem, um lugar que frequentamos para resolver nossos problemas.

Então, o que é a igreja de Jesus?

A igreja de Jesus são as pessoas que reconhecem Jesus como Senhor e salvador, a igreja de Jesus procura imitar os passos do Mestre, por isso, a presença de Jesus torna-se visível no mundo.

A igreja de Jesus promove uma espiritualidade saudável, íntegra e vigorosa tendo Jesus como centro.

A igreja de Jesus tem um compromisso com a missão de Deus e trabalha para o bem do mundo.

Por isso, não briguemos por placas, os templos são apenas os espaços onde a igreja de Jesus, que são pessoas, se reúnem para louvar e adorar a Deus.

Você tem sido igreja de Jesus? Suas ações fazem que as marcas de Jesus sejam vistas pelo mundo? Você tem promovido uma espiritualidade saudável ou tem oprimido e atacado ao teu irmão e sua crença? Seus atos tem contribuído para os planos de Deus e o bem do mundo?

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação