domingo, 11 de outubro de 2015

A loucura de Deus e a esquizofrenia dos homens

0 comentários
É sabido que para os entendidos as coisas de Deus são loucura, e que aos humildes é que os tesouros de Deus foram revelados (1º Coríntios 1:27), também é sabido que desde os primórdios da Igreja alguns homens agiam com hipocrisia e influenciaram homens e mulheres de Deus a agirem hipocritamente (Gálatas 2:13), ainda que inconscientemente. 

A conversão ao evangelho, a rendição ao poder remidor do sangue de Cristo (Mateus 26:28) e a benevolência de Deus que por meio da fé nos concedeu a graça maravilhosa de sermos salvos (Efésios 2:8), são poderosos agentes de transformação do homem, assim como Saulo o perverso cobrador de impostos foi transformado em Paulo, um homem revestido pelo Espirito Santo de Deus.

Nos dias atuais, infelizmente, também existem homens e mulheres que se dizem cristãos, mas que agem com hipocrisia e induzem verdadeiros(as) servos de Deus agirem hipocritamente, e a loucura destes, infelizmente, realmente é loucura para os que ainda não conhecem a Deus, é a esquizofrenia pseudo-cristã, são delírios produzidos por suas auréola apertadas. 

Aquele(a) que diz o que o teu irmão tem que fazer, quase sempre ignorando o que ele mesmo precisa fazer, e age como se estivesse absolutamente acima do bem e do mal, como se fosse um justo juiz apto para lançar para fora da igreja ou aprisionar pessoas em prisões sem muros que na verdade os cercam pelo medo plantado na sua consciência, medo que também amedronta e sufoca sua alma, ainda não entendeu coisas básicas do evangelho: 

  • Não devemos julgar o próximo (Tiago 4:11)
  • Todos somos pecadores (1° João 1:10)
  • Pelo sangue derramado na cruz Jesus nos justificou (Hebreu 9:22)
  • Aquele que confessa o seu pecado alcança misericórdia (Provérbios 28:1)
  • Todos somos pecadores (1° João 1:8)
  • Jesus é o advogado do pecador (1° João 2:1)
  • Deus nos ama (João 3:16)
Como sempre repito, a igreja está longe de ser uma galeria de santos, ela é um hospital para pecadores.
  

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação