sexta-feira, 16 de maio de 2014

O solo bom

0 comentários
Autor: Guilherme Ribeiro


Mas, o que foi semeado em boa terra é o que ouve e compreende a palavra; e dá fruto, e um produz cem, outro sessenta, e outro trinta. (Mateus 13:23)

Jesus compara o coração ao solo - esse material difícil de definir, feito do resto de iniciativas frustradas, dos sonhos que já morreram e estão decompostos, aptos para nutrir novas empreitadas; ou petrificados, servindo apenas de memorial à dor, fazendo o passado ser presente. A semente aproveita o material decomposto do solo, para transformá-lo em fruto. Mas o material que não se decompõe, fermenta o solo e mata a semente. Por isso temos de morrer para o velho homem. O solo bom é aquele regado pela graça, que entendeu que onde abundou o pecado, superabundou a graça. Que não impõe limites à ação de Jesus, mas se deixa ser assimilado e transformado pela Palavra, deixando suas dores serem transformadas em frutos para bem de muitos. Cristianismo é só para quem se enxergou débil e colocou sua debilidade a serviço do Reino, para anunciar que é chegado o dia em que os débeis são transformados em filhos do Rei.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação