domingo, 27 de abril de 2014

O Senhor é o teu pastor?

3 comentários

Às vezes passamos por algumas situações difíceis na vida e queremos conversar sobre o assunto.

Na maioria das vezes falar não muda em nada a situação, mas parece que nos deixa muito mais leves.

Semanas atrás eu conversava com um amigo sobre uma situação qual eu estava passando e me deixei abater por ela, nós travamos o seguinte dialogo:

Ele: - Quando a tristeza quiser ter pegar ore, demonstre a Deus tua indignação e diga que você quer que ele resolva e te exalte e te honre assim como você o honra na terra.

Eu: - Minha fé não é esta, eu jamais oraria dessa maneira, estou aqui para servir e não para ser servido. Quando Jesus nos ensinou a orar, ele ensinou a pedirmos apenas o pão de cada dia e que a vontade de Deus seja feita em nossas vidas, então, quando oro, peço paciência e sabedoria para lidar com todo tipo de situação. A vontade de Deus nem sempre é a nossa, por isso, oro assim como Jesus ensinou.

Não foi por acaso que o título desta postagem recebeu um ponto de interrogação que expressa uma pergunta, ao invés de um ponto de exclamação que denota uma afirmação.

O salmo 23 é uma salmo bastante conhecido, tanto por crentes quanto por incrédulos, em seu versículo 1 diz: “O Senhor é meu pastor, nada me faltará”.

É um verso simples mas que nos trás informações preciosas, analise o versículo e responda as seguintes perguntas:

- Quem é o Senhor?

- Quem é o bom pastor?

- É o pastor quem cuida da ovelha ou a ovelha quem cuida do pastor?

O verso 2 que quase sempre passa desapercebido também nos revela coisas importantes, vejamos: Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas” , é Deus o nosso bom pastor e é Ele quem dá a direção para nossas vidas.

O verso 3 diz: “Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome”, isto significa que adoecemos e é Deus quem cuida de nós, é Ele quem tira o carrapicho e dá o remédio para as feridas da nossa alma.

No verso 4 é dito: “Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam”, ou seja, ainda que as situações vividas sejam ruins, não devemos temer e não devemos jamais nos esquecer que Deus está conosco.

E quando for chegada a hora da vitória seremos exaltados, vejamos: “Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.” (Salmos 23:5)

E quando a nossa jornada aqui terminar, gozaremos da vida eterna no Reino de Deus, vejamos: “Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do SENHOR por longos dias” (Salmos 23:6).


Coloquemos-nos no nosso devido lugar, Deus é bom, mas não é nosso servo.


Você que diz que o Senhor é teu pastor tem aceitado o senhorio Dele em sua vida?

3 comentários:

HP disse...

Mário,

Eu sei o que você sentiu ao ouvir alguém te falar: "Diga para Deus que você quer que ele resolva, te exalte e te honre".

Ontem ouvi de um ancião que "O Evangelho é o início, a base, mas depois vem a revelação".

Enfim, Deus te abençoe por nos brindar com este lindo texto e que Deus nos ajude a compreender que somos simples ovelhas, servos inúteis. Nada mais do que isto.

Mario disse...

HP,

Eu fiz a referência a oração que Jesus ensinou em Mateus 6, mas foram pessoas que acreditam que o evangelho é apenas a base e o resto revelação é quem ensinou esse meu amigo a orar desta maneira impositiva.

Fique na paz de Deus!


GRANDE FENIX disse...

MUITO BOM SEU BLOGUE

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação