quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Coração traiçoeiro

0 comentários
Quem é que quando aflito em meio à tribulação não ouviu o suave e aconchegante conselho: “Siga o teu coração”.

Quem é que aconselhando um amigo/irmão num momento de tomada de decisão não querendo interferir e nem induzir a decisão da qual no futuro a pessoa poderá se arrepender disse: “Siga o teu coração”.

Mas será que o coração é um bom conselheiro?

A Palavra de Deus ensina que não, vejamos: Quem pode entender o coração humano? Não há nada que engane tanto como ele; está doente demais para ser curado.” (Jeremias 17:9).

Então, se o nosso coração é traiçoeiro em que confiar?

Novamente quem responde é a Bíblia, que é a Palavra de Deus e a nossa única regra de fé e conduta, vejamos: “Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e ele tudo fará.” (Salmos 37:5).

Pedro confiou mais em seu coração do que no Senhor, por isso, afundou ao tentar caminhar sobre as águas para ir ao encontro de Jesus (Marcos 14:23-32).
Moisés e o seu povo em atravessaram o Mar Vermelho ao confiar mais em Deus do que no seu coração (Êxodo 14:21-23).

Quer um conselho?

Aí vai meu conselho: Espera no Senhor nas suas provas e também na dor.

Como disse no texto “Seja feita nossa vontade” (Clique neste Link), às vezes é muito difícil esperar em Deus porque isso exige que lutemos contra nós mesmos, contra nossas ideias, contra nossos medos e contra a falta de fé, mas confiando no Senhor, certamente, ele tudo fará (Salmos 37:5).

E não há nada que Deus não possa fazer por você, ele é o Deus do impossível (Marcos 10:27), ele pode fazer muito além do que você pensa (Efésios 3:20).

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação