sábado, 2 de fevereiro de 2013

CC-MINISTÉRIOOQUÊ?

3 comentários

CC-NPA (Congregação Cristã Nova Problemas Antigos)
Vaidade, politicagem e disputa por poder são problemas antigos que afetam as igrejas, inclusive, as novas igrejas, tais como as dissidências da Congregação Cristã no Brasil, cito: CC-Jandira, CC-Pará, CCA.

Como disse o Daniel, a CC-MJ não é uma CCB reformada, é a mesma igreja, inclusive, com os mesmos sentimentos e os mesmos vícios.


CC-SEI-LÁ-O-QUÊ
O relacionamento entre as várias dissidências estão estremecidas, com isso, o intercambio de ministros está enfrentando resistência em ambos os ministérios. Há casos de templos já construídos em que não se sabe nem a cor e nem qual nome utilizar na fachada (CC-MJ, CC-Pará, CCA ou CC-SEILÁOQUÊ).


CC-FECHOU
As disputas entre as dissidências já culminou no fechamento de alguns templos em algumas localidades, e as almas que nelas congregavam ficaram a deriva novamente.

O templo que visitei e deu origem a postagem CCB-Jandira: Visita e entrevista  , não sei porque motivo, também fechou.


CC-ABRE
Apesar dos pesares, a cada dia o numero de igrejas não para de crescer, novos convertidos se achegam ao rebanho do Senhor, parados retornam ao lar paternal... Louvado seja a Deus por tudo isso.


CCG (Congregação Cristã Genuína)
Oremos para que as denominações, novas ou centenárias, sejam Congregações Cristãs Genuínas, onde Jesus Cristo seja a cabeça de igreja, que o Espírito Santo seja a guia do ministério, a Bíblia seja a Palavra de Deus e acatada como regra de fé, conduta e doutrina, para que amor de Deus pelo homem seja anunciado com esperança de salvação para todo aquele que crê... Tudo isso independe de placa, de ministérios administrativos e cor de paredes.

3 comentários:

Regina Farias disse...

'Não confieis em palavras falsas dizendo: Templo do SENHOR, templo do SENHOR, templo do SENHOR é este'.(Jr 7.4)

Confiança no templo (na igreja, na denominação religiosa, etc) não traz NENHUMA garantia de segurança.

Só o arrependimento e a justiça trazem libertação. E não, o local e o ritual.

Todos os 'tabernáculos' erigidos e reconstruídos foram 'desativados' pelo SENHOR e, com A Nova e Eterna Aliança, Sua morada passou a ser os corações daqueles que Nele creem.

O povo continuou erguendo casas em nome de Jesus, porém, conforme Sua Palavra, os chamados templos e igrejas seriam 'apenas' locais de ajuntamento, nos quais os verdadeiros adoradores O adoram em espírito e em verdade, para, saindo de lá, cumprir no chão da existência, o propósito de 'servir'.

É destes que Ele está à procura...

P.S.: Servo de Deus não tem plaquinha de igreja nas costas nem se apresenta com vestes externas padronizadas e robotizadas. Isso é invenção de 'igreja' que não traz qualquer garantia. Não é à toa que templos orgulhosos estão com suas paredes rachadas. Pra ruir de vez é questão de tempo...

Ricardo Alexandre disse...

Triste!

Rana disse...

Eu já disse: placa de igreja, ministérios fajutos, gente dissimulada, ajuntamento mal intencionado, em nenhum destes DEUS esta presente, ainda bem, se não fosse assim, estaríamos perdidos

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação