sábado, 15 de dezembro de 2012

O vestido branco

2 comentários
Uma pequena menina, foi levada pela tia pra igreja e aceitou a Jesus. Chegando em casa ela falou com os pais assim: 

-“Pai deixa eu ser crente ?” 

O Pai e a mãe disseram: -“De jeito nenhum, nós somos seguidores de Maomé.” 

Ela insistiu tanto que os pais falaram: - “Com uma condição, todo o culto que você for, quando você chegar em casa você vai tomar uma surra!” 

Ela falou: - “Tudo bem!”. 

Ela ia pro culto chegava em casa uma surra, ia pro culto chegava em casa outra surra. Um dia a tia deu pra ela um vestido branco e ela cantou na frente da igreja sozinha o primeiro solo dela aos 12 anos, ela tinha 1 aninho de convertida. Quando acabou o culto ela ficou com as coleguinhas, todo mundo feliz. O pai dela veio bêbado, pegou a menina e a espancou, diante da igreja, bateu a cabeça dela no meio fio e a machucou muito. 

Prenderam o pai. Então, a tia e o pastor pegaram a menina e a colocaram em um banco, tiraram o vestido branco dela enquanto ela ficava perdendo a consciência, perdia a consciência e voltava, então, naquele instante quando voltava a consciência ela falava:

- "Pastor cadê meu vestidinho?” 

O Pastor falou: - “Esquece o vestido minha filha, ele tá todo sujo de sangue, fica firme, aguenta que o médico tá chegando”.

Aí ela apagava, aí ela acordava de novo e falava: - “Tia.. Pastor, me dá o meu vestido, eu quero o meu vestidinho branco”.

E eles falavam: - “Esquece o vestido, ele tá todo sujo”.

Isso aconteceu cinco vezes; na quinta vez que aconteceu isso a menina falou : - “Pastor eu estou vendo Jesus ali em pé, e Ele está me dizendo que vai me levar agora, por favor, pelo amor de Deus, por tudo o que é mais sagrado, me dá o meu vestidinho branco?”.

O pastor disse “Por que?” 

Ele foi lá, pegou o vestido e deu pra ela, ela abraçou o vestidinho só de calcinha e foi fechando os olhinhos pela última vez nessa terra, e o pastor perguntou: -“Mas por que você quer tanto esse vestido?” 

E as últimas palavras dela foram: - “Eu quero entrar com esse vestidinho sujo de sangue no céu, pra mostrar pra Jesus, que assim como um dia ele sangrou por mim, eu também sangrei por Ele".

"Bem-aventurados sois quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós." (Mateus 5:11)

2 comentários:

HP disse...

Mário,

Ontem no culto, uma irmã que é missionária nos contou que em um dos países que ela visitou, encontrou uma irmã em Cristo que ficou presa durante 15 anos na época que o comunismo foi o regime de governo naquele país. A razão da prisão foi apenas porque ela disse que era crente em Jesus e não mudou sua posição. Foi espancada, humilhada, torturada, mas não negou a Cristo.

Hoje o comunismo se foi e ela está livre servindo a Deus.

.
Os verdadeiros cristãos são aqueles que verdadeiramente se cumpre: "Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? (...)Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor!" Rm 8:35,38,39

Mario disse...

Henrique, a paz de Deus seja no teu coração!

Sei bem como é, durante 10 anos que minha mãe serviu a Deus, diariamente meu pai, que era alcoólatra, a afrontava.

Meu pai não gosta de crentes, e ele implicava com tudo, com o cabelo, com as vestes... E minha mãe nunca sequer abriu a boca para responder... Ela apenas perseverava em oração.

Minha mãe com certeza partiu desta terra com seu vestido branco sujo de sangue, mas ela foi feliz, pois, sabia que foi ao encontro daquela que deu sua vida por nós.

Fraterno abraço,

Mario

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores