sábado, 2 de abril de 2011

Aos sedentos de espírito: façam "musculação"

1 comentários
Ainda ontem, estava a pensar: “Não irei à academia hoje”, mas na batalha comigo mesmo vi que deveria ir, pois, é o um dos poucos hábitos saudáveis que tenho. Do que adianta trabalhar e estudar muito se eu não tiver saúde para gozar dos frutos de todo este esforço?
Seria como seu eu estivesse sempre construindo, sempre colocando tijolos numa construção, ou seja, sempre ampliando a área construída, mas é como se eu  ainda não morasse nela, não usufruisse  do que me esforço para construir.
Após a academia eu tinha aula, também não queria ir à aula, pensei: “sexta-feira, após um dia cansativo de trabalho e uma carga de exercícios físicos, ninguém merece ir assistir quatro aulas de mecânica dos fluidos”, uma aula chata, com um conteúdo que para mim é bastante complexo. Por fim, lutei novamente comigo mesmo, e mais uma vez venci a batalha, vi que o melhor era ir para aula, pois, tentaria absorver o máximo de conhecimento para me dar bem na prova que já se aproxima e não mais ter que ir para a faculdade.
Mas sentado na mesa da faculdade, fiquei a pensar: na academia eu vou e mesmo sem vontade, involuntariamente, tenho uma melhora do meu condicionamento físico (saúde) e ganho massa muscular.
Já na faculdade, não basta apenas estar lá e fazer os exercícios que o professor passa, pois, o conhecimento não cresce como os músculos, que respondem aos estímulos dos exercícios físicos.
Semelhantemente, a pratica da fé é como se fosse à academia para o nosso espírito, quanto mais praticamos, mais fortes e resistentes ficamos.
Eu costumo dizer que para ter o dom da paciência o cristão deve ter muita paciência,  pois, a paciência se adquire com a pratica diária de exercícios de paciência, assim, dia após dia a paciência será aumentada até que um dia se torne dom.
Muitas vezes, seja na jornada espiritual ou na material, somos afligidos por situações que nos fazem desanimar e nos dão vontade de parar com tudo e/ou jogar tudo para o ar. 
Mas nós não devemos parar diante de uma situação adversa, eu mesmo já passei por cada coisa nesta vida, mas hoje tenho consciência que foi toda esta adversidade que fez surgir em mim músculos espirituais que me ajudaram a vencer todos  os obstáculos, enfim, fiquei mais forte para enfrentar novas batalhas, e hoje não é qualquer coisa que me abala.
As coisas boas ou ruins que passamos nesta vida, tanto espiritual quanto material, servem para estimular o músculo da experiência, ter experiência faz com que não soframos tanto da próxima vez que algo ruim nos suceder, pois, sabemos que tudo vem e passa,  sabemos também que na hora não entendemos o porque daquilo acontecer, mas que depois de ter passado olharemos para trás e veremos o quanto foi importante passar por tudo aquilo.  
Muitas vezes, diante de uma prova, ficamos a nos perguntar: “Até quando Senhor eu vou ter que passar por isso?; “Será que Deus se esqueceu de mim?”; “Porque Deus se esqueceu de mim?”; “Porque Deus não escuta as minhas suplicas em orações?”; “Porque Deus não se atenta para a minhas lagrimas?”; “Quando as promessas de Deus hão de se cumprir em minha vida?”
Tudo isto nós perguntamos a nós mesmos somente porque somos fracos.
Mas Deus sabendo que somos fracos nos dá “exercícios” para que nossos músculos espirituais cresçam e se fortaleçam, nossa força está em Deus, e enfrentando todas estas situações descobriremos isso, com isso, nossos músculos espirituais deixam de ser atrofiados e flácidos, conseqüentemente, ganhamos saúde para o espírito.
Como eu disse acima, fui à academia porque sei que é um habito saudável, as provas que vêem sobre a vida do cristão são para a saúde do espírito, mas assim como ocorre na vida carnal também nos sucede no espiritual, há os maus hábitos,  por exemplo, comer gordura eleva o colesterol e isso é nocivo para o coração. 
É muito mais fácil praticar alguns maus habitos do que nos aplicar nos bons habitos.
Então, como cristãos devemos escolher as coisas que fortaleçam ao espírito, ao invés de fazer coisas que o enfraqueçam, é aquela história: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm.” (1° Coríntios 6:12).
Comer uma carne gordurosa em frente a TV parece ser muito mais prazeroso do que ir para a academia levantar peso, mas é o mais saudável?
Já parou para pensar que se nem sempre as coisas acontecem no tempo que você gostaria é porque Deus quer que você aprendar a esperar, que saiba que “muitos propósitos há no coração do homem, mas o desígnio do SENHOR permanecerá.” (Provérbios 19:21) e que “tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu.” (Eclesiastes 3:1).
Às vezes diante de uma situação nos iramos e até falamos o que não deveríamos falar, quando na verdade como cristãos deveríamos trabalhar para atrofiar o músculo da ira e desenvolver um músculo da misericórdia e, assim, propagar a paz de Deus.
Aproveite o momento que Deus quer que você espere para cultivar bons hábitos, se você orava uma vez ao dia, passe a orar duas,  se você orava duas, passe a orar 3; se você é musicista, pegue seu instrumento e louve a Deus com sinceridade de coração e alma; se você gosta de cantar, faça com que teu louvor em forma de canto chegue ao trono de Deus como um perfume suave; se você gosta de anunciar, saia para anunciar, pois, quem ensina aprende duas vezes.
Não deixe seu espírito ser ou se tornar sedentário, pratique musculação para o espírito.
Bom, exercícios espirituais servem para o espírito desenvolver os músculos e ganhar força, mas os exercícios surtem mais efeitos se tivermos uma dieta bem balanceada, por isso: reserve um tempo para  leitura da Bíblia e vá aos cultos regularmente, enfim, sacie teu espírito como o pão do céu que alimenta a alma.
 .
Aproveitando a postagem, a pratica de exercícios físicos faz bem para a saúde do corpo e da mente, por isso: Pratique esportes!

1 comentários:

Anônimo disse...

As vezes passamos por situação tão difícil na vida,que procuramos onde nos segura para não perdermos a fé, a certeza que Deus nos ama;
E entendemos que a ancora que nos segura na grande tempestade (material e espiritual) não é a musica, nem ministério, nem tempo de crente... etc. mas é sim a esperança da salvação.
Já pensei que vida de crente era como um conto de fadas, onde tudo dava certo... Estava enganado! Fui surpreendido, tudo deu errado... Quase perdi a fé que cultivo desde criança.
Ainda bem que sempre exercitei uma coisa: a salvação independente de qualquer outra coisa, mesmo que não contemple outra obra de Deus na minha vida
"Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na videira. Ou o produto da oliveira falte e os campos não produzam mantimento. Se as ovelhas morrerem e nos currais não houver gado; todavia eu me alegrarei no Senhor e exultarei ao Deus da minha Salvação." (Habacuque 3:17-18)
Ass:Lima

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação