terça-feira, 16 de novembro de 2010

Quando a saudade bate

3 comentários
Queria dar um tiro na saudade, olhar bem fundo nos seus olhos e esperar o seu fim.

Mas, matar a saudade de alguém que se foi é algo impossível.

Saudade é algo que nasce bem pequenino dentro do nosso coração, e a cada dia cresce e se torna mais forte.

Quando a saudade já não cabe mais dentro do peito, ela transborda pelos olhos.

E eu chorei!
.

3 comentários:

Regina Farias disse...

Me emocionei às lágrimas.

Cristão CCB disse...

Oi Regina,

Estava precisando postar algo no blog, mas estava sem inspiração para escrever, sem cabeça para pensar em algum tema interessante, então, decidi falar sobre o que estava sentindo.

Acho que essa foi uma das menores postagens que já fiz.

Fica com Deus!

Fraterno abraço,

Mario

Anônimo disse...

A paz de Deus irmão Mário!
Meu nome é Cíntia,tenho 30 anos e moro Em Nova Friburgo Rio de Janeiro.Quando vi sua postagem sobre saudade não pude me conter e decidi escrever para vc.Não precisa postar o comentário, mas de toda maneira fique à vontade.Minha mamãezinha se foi no ano de 2008 quando então estava grávida de 6 meses.Sempre fomos unha e carne e ela era o meu apoio espiritual.Foi Deus q me deu forças para suportar sua ausência, pois até hoje não recebi nenhuma visita "da cara irmandade",pode ser que amanhã apareça alguem aki rsrsrs. Eu era organista e quando minha filha nasceu, saindo do resguardo, uma família mto "conceituada" e com candidatos ao ministério me denunciaram por causa de uma foto minha q estava no orkut(a pessoa pediu para add, salvou minha foto em casa e entregou para o ministério dizendo que eu estava pelada, a foto era restrita aos amigos e eu estava mostrando o q mais me fazia feliz naquele momento de perda: a minha barriga )Resultado: queriam q eu me retratasse na igreja para a irmandade;estava fragilizada por ter perdido a única pessoa da minha família q servia a Deus comigo,tinha acabado de sair de um resguardo onde a mulher está totalmente vulnerável emocionalmente, não tive coragem e depois de 16 anos tocando na igreja, tive que renunciar.O principal de tudo:amo a Deus sobre todas as coisas e continuo indo aos cultos levar o meu louvor com mta alegria no coração e pedindo forças a Deus para não olhar para direita e nem esquerda pois o único amigo que tenho é o meu marido e o maior de todos :o Senhor Jesus!Se eu sobrevivi a isso tudo em breve vc tirará de letra a saudade que o acompanha. "o Senhor faz a ferida mas ele a cura".Um super bj

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação