quinta-feira, 24 de junho de 2010

Comunhão entre os santos

6 comentários
Na quarta-feira da semana passada estive no médico, e inesperadamente o médico solicitou minha internação, já no dia seguinte passei por uma pequena intervenção cirúrgica.
Entrando no quarto do hospital na quarta-feira a tarde me deparei com um senhor de 80 anos que estava ali internado, e também com sua nora de 60 anos que o acompanhava, na hora senti comunhão com aqueles irmãos, uma paz muito grande.
Por um tempo fiquei deitado fitando aqueles dois, aquela senhora não ostentava jóias e nem maquiagem e trajava saias, por um tempo acreditei que eles fossem da Congregação Cristã, o hinário sobre a Bíblia também me induziu ao erro.
Passado um tempo, aquela simpática senhora questionou se eu era evangélico, e quando respondi que sim ela soltou um “glória a Deus” em alta voz, e comentou com seu sogro que “era uma benção”, que quando eu entrei ela sentiu que tinha que falar de Jesus pra mim, depois ela sentiu que eu era um moço de bom coração.
Mas ela não me perguntou de que igreja eu era, e eu estava curioso para saber a dela, então, perguntei, e ela me respondeu que era da Assembléia de Deus, só daí me perguntou da onde eu era, instantes depois, ela percebendo que já não precisava falar de Jesus para mim,  essa irmã pediu licença para ir “tentar falar algo” e fazer uma oração para uma enferma em outro quarto, pois, a situação dessa pessoa que ela visirou no dia anterior era difícil.
No dia seguinte, ao acordar, ela me perguntou se eu me importava se ela lesse uma passagem bíblica, respondi que não, e ela leu e pregou o livro de salmos capitulo 121,  depois fez uma oração em que agradeceu palavra, agardeceu ao Senhor  por ter abençoado a estadia deles ali, pelo atendimento recebido pelos médicos, enfermeiras e pessoas que preparavam o alimento, e finalizando rogou ao Senhor abençoasse a mim e os médicos, pois, logo mais eu estaria subindo para a sala de cirurgia.
Na hora achei tudo bonito, principalmente ver uma mulher pregar, porém, achei desnecessária aquela palavra, pois, a cirurgia era bem simples e eu estava tranqüilo.
Quando eu estava subindo para a sala de cirurgia aquela Senhora se despediu de mim e me saudou com um “A paz de Deus!”
A cirurgia foi rápida, correu tudo bem, na sexta-feira tive alta e estou quase 100% recuperado. Mas conversando com um amigo no MSN sobre este tipo de cirurgia resolvi ir pesquisar, fiquei meio desesperado a que estado poderia chegar durante a recuparação, foi quando me recordei da Palavra pregada por aquela irmã assembleiana que disse que não era pra mim temer porque o meu socorro vem do Senhor, que não permitiria que meus pés vacilassem, pois, ele era como a minha sombra que me acompanharia para onde eu fosse, e que assim como tinha guardado a minha entrada, seria comigo também na minha saída. Foi uma linda pregação, me acalmei depois de lembra disso.
Embora eu seja da Congregação Cristã e eles eram da Assembléia houve grande comunhão, e isso é possível e edificante quando somos desapegados das placas denominacionais e sabemos que somos todos membros do mesmo corpo, corpo este que tem a Jesus Cristo como cabeça.

6 comentários:

Regina Farias disse...

Mário

Amei teu texto!

É maravilhoso a constatação de que o Espírito Santo de Deus age livremente. "O vento sopra onde quer", disse Jesus ao legalista, mas sincero, Nicodemos.

Realmente, às vezes achamos mesmo desnecessária e essa ajuda vem de onde menos se espera, sem programação, sem evangelismos de hora marcada; essa ajuda que a princípio desdenhamos pela nossa natureza "segura" demais, só confirma a presença de um Pai maravilhoso nas circunstâncias mais inesperadas.

Isso só confirma nossa pequenez e completa dependência DELE. E só Dele.

Sua humildade muito me alegra o coração.

E espero uma boa e rápida recuperação. E que a gente aprenda que, tanto pequena quanto grande intervenção cirúrgica, qualquer que seja vai estar sempre nas mãos Dele. Para Sua honra e glória.

Deus te abençõe,

R.

CRISTIANO SANDER disse...

E vc ja esta melhor?
Q deus t abençoe!
APDD.

Cristão CCB disse...

Regina e Cristiano, que a graça, a paz e o amor do nosso Deus, por Jesus Cristo, estejam em vossos corações!

Eu ia escrever o texto já na sexta-feira quando saí do hospital pra não esquecer detalhes, mas fui deixando e escrevi hoje de madrugada.

Graças a Deus já estou melhor, ontém acabaram se os remédios, ontem também por teimosia eu já sai dirigindo rsrs, estou bem mesmo.

É bem isso mesmo, estamos nas mãos do nosso Deus sempre.

Fraterno abraço e Deus os abençoe!

Mario

Cristão CCB disse...

Regina e Cristiano, que a graça, a paz e o amor de Deus, por Jesus Cristo, esteja em vossos corações!

Já estou bem melhor, tanto que acho semana que vem ou na próxima já retorno ao trabalho :-( , mas em pouco dias entro de férias \o/ .

E é bem isso mesmo, sempre estaremos nas mãos de Deus, Ele é àquele que nos abençoa e nos guarda.

Fiquem com Deus!

Fraterno abraço,

Mario

Marcos disse...

Jesus não tem Igreja. A igreja para ele, somos nós, todos nós. A templo não sobrou pedra sobre pedra ... alias, sugestivamente, sobrou um muro, o das lamentações....


Força aí Mario na sua recuperação!

Celina disse...

APDD querido...
espero que agora esteja tudo bem.
Há muito tempo estou lendo algumas coisas na própria internet e cheguei a conclusão que o que conta não é a placa, mas o que tem no coração!
Até mais

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação