domingo, 25 de abril de 2010

Seja feita a NOSSA vontade

2 comentários

Certa vez escrevi aqui neste blog sobre “Crentes mecânicos com suas orações mecânicas”(link), estaria eu livre de cometer este delito? De maneira alguma, pois, sou um ser humano de carne e osso, por isso, também erro. 

Às vezes nos vemos diante de dadas situações e percebemos o quão frágil e impotente somos.

E mecanicamente nós rogamos a Deus “que seja feita a Sua vontade a sua vontade assim na terra como nos céus” Mateus 6:10, mas na verdade esperamos que seja feita a nossa vontade.

Às vezes é muito difícil esperar em Deus porque isso exige que lutemos contra nós mesmos, contra nossas idéias, contra nossos medos, contra a falta de fé e contra nosso impulso de querer “ajudar” a Deus.

E mesmo diante do “querer de Deus” nós continuamos a suplicar e até implorar que “seja feita a NOSSA vontade”, é quando passamos a nos comportar como essa criança do vídeo acima, ou seja, gritamos, choramos e esperneamos para conseguir aquilo que queremos.

Oh, como algumas vezes é difícil compreender o querer de Deus, e perceber que às vezes somos egoístas querendo que as pessoas que amamos estejam por perto, mesmo que doentes ou sofrendo.

Vi-me diante dessa situação, onde “lutei” contra a vontade de Deus, me agarrando na própria Palavra de Deus, e no desespero de que fosse feito a MINHA vontade me agarrei ao que nos ensina a Palavra de Deus, e clamei incessantemente a Deus “relembrando” que ele é o Deus do impossível, que Ele disse que ainda que nossa fé seja do tamanho de um grão de mostarda seria o suficiente para transportar montanhas e que Ele também disse que aquilo que com fé pedimos se alcançará. Pois, é perdi a razão, agi como se o onisciente Deus não soubesse mais dessas coisas.

Loucamente, até mesmo diante da morte já esperada/decretada por homens, às vezes não nos damos por vencidos, e clamamos ao Deus que no passado permitiu que milagres e maravilhas fossem operados através de Jesus Cristo, lembrando desses feitos, tal como Lazaro ser ressuscitado, do cego de Jericó, do paralitico de Cafarnaum, a mulher que tinha fluxo de sangue, etc. E dizemos “Deus seja misericordioso faz isso conosco também”, e tentando barganhar com Deus dizemos: “faz-me esse milagre e contarei esta obra por onde permitir de passar”.

E Deus realmente é misericordioso, e sabe que não temos condições de compreender plenamente a sua vontade, por isso, não se importa que nos comportemos imaturamente, como essa criança no vídeo, e em nossas muitas orações abre nossas mentes e nos esclarece que também nos ensinou que quando dizemos “Seja feita a sua vontade” temos que estar preparados para tudo, e que a vitória para os crentes não é somente triunfar sobre a morte, mas é principalmente morrer com Cristo com Cristo também viver.

Alguém dirá: “mas e todas essas orações, de nada serviram?”, de modo algum, elas servem para nos fazer ainda mais íntimos de Deus, para que quando Deus cumpra sua vontade nossa alma sinta paz no Senhor, paz eternal, paz sem igual.

Os que se vão dormem na paz de Deus, e aos que ficam cabe continuar lutando para um dia nos encontrarmos com aqueles que já partiram.

Há alguns dias Deus achou graça em passear no meu jardim e levar à rosa mais linda que eu tinha, o céu está mais perfumado.

Fiquem na paz e no amor de Deus!

Fraterno abraço,

Mario

2 comentários:

Regina Farias disse...

Mário

Que alegria amanhecer o dia já lendo texto tão maravilhoso!

Me espanta e me alegra tanta maturidade espiritual em um jovem como você.

Tocante seu texto. Estou certa que esse blog tem abençoado a muitos.

E que Deus continue derramando em ti esse imenso Amor que se opõe e se impõe a toda e qualquer força.

Meu carinho,

R.

Cristão CCB disse...

Regina,

A separação dói? Com certeza!

Eu chorei? Lógico que sim!

Gostaria que essa história tivesse um outro final? Sim!

Uma hora ou outra me pego a perguntar, porque isso aconteceu bem agora que estou perto de uma das minhas maiores vitórias a qual dedicava a esta pessoa que tanto amava?

O Senhor me deu a compreensão de que a vitória seria morrer com Cristo para com Cristo viver, antes mesmo da morte acontecer, tanto que mudei as minhas orações que fazia sobre a pessoa enferma, na UTI de um hospital, e também nas minhas orações na minha casa, passei a não mais pedir "Senhor faça isso, faça aquilo, opera um milagre", mas passei a dizer: "Senhor, seja feita a tua vontadade na vida dessa pessoa que eu tanto amo, e dai-nos força para suportar aquilo que tivermos que passar."

Logo mais adiante nessas "pensatas" diante de tanta paz que eu me disse: "até parece que eu não amo essa pessoa, pois, o desespero não tomou conta de mim". Foi quando eu entendi que eu amo tanto essa pessoa que fico feliz em saber que ela não mais sofrerá e que ela está na paz de Deus, a paz que nós que ficamos ainda não temos, mas almejamos alcançar um dia.

E todas as vezes que minha mente tenta me fazer refem da revolta com a situação, do nada passo a assobiar/cantar um hino que diz: Paz, sublime paz sentimos, nós povo do Senhor, imenso é teu amor... e a paz toma conta da minha mente e coração.

Perdoe se nessa postagem carreguei demais a caneta com as tintas de sentimentos.

Deus abençoe!

Mario

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação