domingo, 14 de fevereiro de 2010

A justiça divina- Sobre a justificação

8 comentários

Este texto dá continuidade a um tema já tratado em outras duas postagens: “O perdão de Deus aos pecadores” e o “Perdão entre os irmãos”. Hoje vou falar um pouco sobre a JUSTIFICAÇÃO um tema que não é bem compreendido entre nós crentes da Congregação Cristã, e que é a doutrina fundamental do cristianismo.                                                              
É por meio da fé em Jesus Cristo que somos justificados e alcançamos a redenção, vejamos:  
Mas agora, sem lei, se manifestou a justiça de Deus testemunhada pela lei e pelos profetas;  justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo, para todos [e sobre todos] os que crêem; porque não há distinção,   pois todos pecaram e carecem da glória de Deus,  sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus, a quem Deus propôs, no seu sangue, como propiciação, mediante a fé, para manifestar a sua justiça, por ter Deus, na sua tolerância, deixado impunes os pecados anteriormente cometidos; tendo em vista a manifestação da sua justiça no tempo presente, para ele mesmo ser justo e o justificador daquele que tem fé em Jesus.” Romanos 3: 21-26
Existe uma diferença entre o genuíno relacionamento com Deus e as religiões humanas,  enquanto Deus exige de nós apenas a fé para sermos justificados e alcançarmos a salvação, as religiões exigem que façamos algo. Pode ser o pagamento do dízimo, a confissão, a penitência, o jejum, não cortar os cabelos, não usar determinados tipos de vestes, não ver televisão, não freqüentar determinados ambientes, etc.
Muitos enxergam diferenças entre os ensinamentos de Paulo e Tiago, ambos citando Abraão como exemplo, vejamos:

Em Romanos 4:1-9, em dado momento Paulo diz: Abraão CREU em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça.”
Em Tiago 2:18-24, em dado momento Tiago diz: “Não foi por obras que Abraão, o nosso pai, foi justificado, quando ofereceu sobre o altar o próprio filho, Isaque?

E é baseando se nessas duas passagens que alguns afirmam que Paulo pregava a justificação pela fé enquanto que Tiago pregava a justificação pelas obras.      

Só que nem todos se atentam para o fato que os apóstolos estão se referindo a diferentes momentos da vida de Abraão, um deles sobre a  promessa de Deus que Abraão teria uma grande descendência (mais numerosa que o numero de estrelas no céu) narrado em Genesis 15:1-6 e o outro está falando do evento descrito em Genesis 22:1-19, que narra o momento em que Abraão estava tendo sua fé em Deus testada (sacrifício de Isaque - seu filho).

Os ensinamentos de Tiago não conflitam com os ensinamentos de Paulo, mas mostra a mesma fé salvadora de outro ângulo, ou seja, que a fé que não é demonstrada através de obras não é pura, portanto, não traz salvação.

A justificação é mais do perdão, é justiça da parte de Deus, que absolve o homem e torna-o como se nunca tivesse pecado: e ser achado nele, não tendo justiça própria, que procede de lei, senão a que é mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus, baseada na fé” Filipenses 3:9

É até mais que justiça da parte de Deus, é fazer do homem integrante da justiça de Deus: “Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus.” 2° Coríntios 5:21,  é exaltar o pecador como participante da natureza divina: “pelas quais nos têm sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis co-participantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo” 2° Pedro 1:4; “E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito.” 2° Coríntios 3:18

Então, para ser salvo basta-nos a fé, temos que nos humilhar, tornarmo-nos “como uma criança” (Lucas 18:9-14) totalmente dependente do Pai, basta crermos que Jesus Cristo é suficiente e justo. Nada além de fé precisamos fazer para sermos salvos, se as religiões impõe um "algo mais" é invenção humana.

O que esse texto diz não é que não devemos nos importar com as obras, pois, uma pessoa justificada tem que produzir obras de justiça, que são demonstradas através do nosso comportamento, atitudes e ações diárias. Se uma pessoa se diz justifica mas não possui boas obras, ela provavelmente não entendeu o que Deus fez por ela, ou talvez ela não tenha tido um ato de fé verdadeiro, vejamos:Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Assim, toda árvore boa produz bons frutos, porém a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa produzir frutos maus, nem a árvore má produzir frutos bons. Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo. Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis.” Mateus 7:16-20    

Uma pessoa que se diz justificada por Jesus Cristo tem que ser diferente em suas obras porque: “Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que não o serve.”  Malaquias 3:18


Fiquem na paz e no amor de Deus!

8 comentários:

Anônimo disse...

A paz de Deus

Irmão Mario,aquele que peca de" morte" no conceito da maioria da irmandade não tem mais jeito.E apesar de o irmão estar batento na mesma teclar que não é assim,dúvido muito que um dia isso mude só se for por um milagre grande e daqueles mui grande

Cristão CCB disse...

Amém!

Não sou eu quem sempre bate na mesma tecla, é assim que ensina as Escrituras Sagradas. Se alguém está dizendo o contrário e temos ciência disso, temos a obrigação de corrigir.

Minha parte estou fazendo, replicando conteúdo biblico, são as palavras do Senhor, como dizia João às igrejas: "quem tem ouvidos, ouça o que o Espirito diz às igrejas".

Deus abençoe!

Mario

Ricardo Alexandre disse...

Romanos é minha leitura preferida na Bíblia.

"Deus pune o pecador" é assim que muitos entendem a 'Justiça de Deus', porém à luz da Palavra, a Justiça de Deus "salva o pecador".

Fomos julgados culpados e condenados, a sentença era a morte, mas Jesus cumpriu a pena em nosso lugar, quem crer assim, está justificado por Deus.

Romanos 3:21-31 mudou a vida de Martinho Lutero que se incomodava com o tema 'Justica de Deus', mas ao compreender que se tratava da justiça pela qual, mediante a graça, Deus nos justifica pela fé declarou:

"senti-me renascer e atravessando os portais do paraíso. Toda a Escritura ganhou novo significado e, ao passo que antes a justica de DEUS me enchia de ódio, agora se tornava indizivelmente bela e me enchia de amor. Este texto veio a ser uma porta para o céu" (Martinho Lutero).

Anônimo disse...

A paz de DEUS Mario



Olha só que interessante



Estava conversando com um irmão ontem, este me relata acerca de sua avó que com mais de 80 anos recebeu a CRISTO JESUS por fé e começou a freqüentar a Congregação em uma pequena cidade no estado da Bahia. Devido a alta idade e a uma enfermidade em seu corpo o ancião local esta se negando a batizá-la esperando primeiro ela se livrar de sua doença. Quando eu ouvi isso falei assim para o irmão: “Ainda bem que batismo não salva ninguém por que se não sua avó [que recebeu Cristo pela fé] estaria perdida!”. Quando ele ouviu isso juntamente com sua esposa pediu explicações do que estava afirmando, não sou dono da verdade, mas a contracapa do nosso hinário bem como a Bíblia trata do assunto em respeito no tópico de número 5 em conjunção da passagem em que JESUS instrui Nicodemos acerca do novo nascimento. Bem, o teor da conversa tenho certeza que você sabe, no final das contas o irmão e sua esposa me falam: “Irmão só de ouvir essas palavras [na verdade eu não falei nada somente mostrei o que a BIBLIA ensina] meu coração muito se alegra, estou aliviado pois achava que para minha avó ser salva era necessário ela passar nas águas do batismo, mas ao compreender que somos salvos pela Graça mediante a fé em Cristo JESUS, se porventura minha avó vier a falecer tenho plena certeza que ela será Salva!”



Bem resumindo, batismo = conseqüência natural do crente Salvo pela Graça. Isso o irmão e sua esposa compreenderam muito bem.



E tem mais, para o ancião adiar o batismo dela provavelmente ele deve entender perfeitamente o assunto em questão, de que somos salvos UNICAMENTE pela Graça de DEUS mediante a fé em CRISTO JESUS. Boas obras? Claro! Afinal de contas estamos enxertados na Videira Verdadeira e ELE mesmo disse: “Sem mim, nada podeis fazer.”

DEUS te abençoe!"

Hélio Marques

Regina Farias disse...

Oi, Mário

Graça e Paz!

Permita-me dizer algumas palavras sobre fé e obras, conforme tenho estudado Tiago.

Antes de mais nada aprendi que Tiago tratava em sua carta acerca da perseverança de um povo que havia sido disperso devido aos acontecimentos históricos/perseguição da época que os levaram a fugir da sua pátria.

Seu cuidado era centrado no risco de que eles ficassem amargos, desiludidos e cada vez mais enfraquecidos na fé. Daí os conselhos relativos à vida prática com o propósito de manter os mesmos firmes na fé POR MEIO de ações responsáveis numa espécie de exercício que os distanciassem dos falsos discursos recheados de desamor e amargura.

Por isso, ao dizer que "a fé sem obras é morta", Tiago não entrava em conflito com o que Paulo dizia, apenas atentava para o fato de que uma fé imatura é destituída de boas obras.

Ora, a fé genuína nos ESTIMULA a glorificar a Deus através de ACÕES PRÁTICAS. O que, inclusive - diga-se de passagem - nada tem a ver com exigências denominacionais e sim com a nossa vida RELACIONAL.

É isso que ele diz na carta.

Deus te abençõe,

R.

Anônimo disse...

Que a Paz de Deus abunde em seu coração meu irmão!!!

Realmente as pessoas estão muito preocupadas com as obras, achando que o homem só entrará no céu por seu próprio mérito, coitado do homem se realmente fosse assim, ninguém conseguiria, mas nas escrituras está bem claro que a fé em Jesus Cristo é sufuciente para nossa salvação e que as boas obras é consequência da nossa fé em Jesus Cristo!
Até nesse final de semana, tive uma triste experiêcia da falta de entendimento e amor por parte dos irmãos, foi numa tarde de domingo, uma irmã foi fazer uma visita na minha casa, e ela convesando comigo e com meu marido, começou a falar de um irmão que havia se matado, e meu coração se encheu de tristeza por aquela alma, e essa irmã me fez um comentario assim: Eh, ele deve ter pecado, e por isso se matou pq ninguem sabe o motivo, só pode ter pecado, ai acho que ele viu que sujo por sujo o melhor era se matar mesmo, pq nao ia mesmo ver a fece de Deus...nossa quando eu ouvi isso, meus olhos se encheram de lagrimas e meu coração ficou apertado, e na hora sai de perto. Depois fiquei pensando: como pode essa falta de amor, e uma pessoa julgar dessa maneira? Será que somos tão melhores assim a ponto de fazer esse julgamento?
Infelizmente a falta de amor e entendimento por parte da irmandade tem me dasanimado bastante e as vezes penso em até desistir de tentar expor o que eu penso, ou sei la, procurar um lugar que as pessoas amem mais!

Bom era isso. E irmão Mário, cada dia que entro no seu blog, e leio as postagens que o irmão coloca, vejo que Deus te ilumina cada dia mais e que realmente ele está sempre ao seu lado, muita coisa aprendi aqui, e foi através desse blog que tambem criei coragem para consultar as escrituras e deixar de ser uma pessoa que vai pela doutrina de homens!!

ApdD
Que Deus continue te abençoando!

Cristão CCB disse...

A paz de Deus com todos(as)!

Eita nóis,vocês dizendo que aprendem comigo, mas sou eu quem aprende com vocês, olhem só a riqueza desses comentários.

Deixa eu aproveitar e pedir uma coisa, queridos(as) quando se colocarem em oração acrescenta a mim e minha família.

Deus abençoe e ilumine a todos(as)!!!!

Abraço,

Mario

Mauro F. Franco disse...

Prezado Irmao Mario

Vejo o cristianimo atual como uma forma decadente e carente de reformas urgentes.
Me parece que o sacrificio vicário de JESUSCRISTO na cruz e Seu Sangue derramado na cruz nao foi suficiente para os detentores das principais religioes cristãs nos dias atuais.
Os homens religiosos tem uma necessidade enorme de acrescentar a cada tempo um fardo pesado nas costas do povo com suas heresias, doutrinas e mais doutrinas humanas que só tem aparencia de piedade mas no fundo nada serve e acrescenta na salvação e o pior se exaltam e se vangloriam e sentem no direito de seres superiores a todos e a outros cristão (ISSO É MUITO GRAVE). Porque como já foi mencionado por ti e outros, o sacrificio maior e impossivel já foi feito e consumando na cruz e nada além do sangue e a fé em Cristo pode trazer a salvação. E outros se vangloriam pelos seu templos suntuosos de luxo, pelas suas doutrinas humanas de procastinação, fazendo do póbre rebanho humildes uma massa de manobra e lavagem cerebral . Outros vangloriam em adquirido muito poder, dnheiro e poder politico, até se contrapóe contra as autoridades constituidas, pois ameaçam a todos como detentores de homens de deus, Outros já fizeram história milenar com suas heresias tamanhas e doutrinas diabólicas para enganar e escravizar a humanidade com idolatria e toda sorte de misticismo e sacrificio de tolos. Uma pergunta a onde fica a BIBLIA para todos os adeptos e seguidores destas igrejas em apostasias, destituidas da verdade do simples evangelho de Cristo? Por que nao persistem em cumprir um mandamento do Rei dos REIS, em que diz: que o meu povo sofre por nao adqurir sabedoria. Em outra parte diz: Examinai as escrituras pois ela de mim tetifica. É uma ordem de JESUSCRISTO, nao precisam ficar com medo do seu lider religioso, porque quem falou e mandou escrever garante a eficácia de sua PALAVRA.
Só temos a lamentar atual situação das igrejas cristãs. Acredito que já estamos nos tempo: Que o justo viverá da fé. Porque a misericordia, a tolerancia, a imparcialidade, o respeito mútuo, a caridade e a sá doutrina do evangelho simples, paz e amor de Cristo está desaparecendo e sendo substituido por um outro "evangelho" duro, impiedoso, cruel, sem misericoria e em comunhão com os espirito enganadores desse mundo que jaz no maligno. Que Deus Todo Poderoso e através de Jesus Cristo - Nosso sumo Pastor e Bispo de nossas Almas que nos revista de muita fé e força para vencer essa batalha que não é nossa e sim DELE mas que nós cristãos sinceros comprometidos com o Reino fomos reputados e alistados para defender e lutar pela verdade das Sagradas Escrituras que é a nossa regra e conduta de fé e que dela não nos apartamaos, pois so a BIBLIA nos garante a vida, a salvação através da fé em todos os livros que nos foram deixados como testemunha da Boca de Deus para que os querem se salvar.

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação