domingo, 10 de janeiro de 2010

Os homens e o bezerro de ouro

0 comentários
Em diversos momentos da história da humanidade homens se usando da sua autoridade sobre a sociedade obrigaram os crentes a abandonarem as suas crenças, descartarem as Escrituras Sagradas e ignorarem o seu próprio Deus.
Talvez um dos primeiros registros de um fato como este é aquele descrito em Daniel capitulo 3, onde o rei Nabucodonosor decretou que todos os povos, de todas as nações e línguas deveriam se curvar diante da estátua de ouro, por ele criada sempre, que escutassem todo tipo de música.
Mas esta não foi a primeira e nem a ultima vez que isso aconteceu, outros eventos como este são registrados pelos livros de História. Um desses eventos foi quando a Igreja Católica tentando conter o avanço das idéias da reforma protestante instituiu a “Santa Inquisição” despojando, torturando, queimando ou enforcando os “hereges anunciadores da verdade”.
.
Fato semelhante ocorreu na Espanha durante a instituição da inquisição espanhola que visava converter judeus e muçulmanos ao catolicismo. E teve gente que foi lançado na fogueira por muito pouco, alguns judeus por serem dedurados pelos vizinhos que observavam que eles nunca comiam carne de porco, alguns muçulmanos porque tomavam banho todos os dias, a alegação nesses casos era de que aqueles que estavam limpos não precisavam se lavar com freqüência.
.
Quando se fala do Holocausto a imagem que vem a mente da maioria das pessoas é a dos judeus que aos milhares foram mortos, pouca gente sabe que além dos judeus, que eram identificados pela Estrela de Davi, existia um outro grupo, estes eram identificados por triângulos roxos, eram os Testemunhas de Jeová (TJ), que passaram a ser perseguidos e sofreram punições por não aderir ao regime hitlerista em razão da fé que professavam. Contudo os TJ tinham um tratamento diferenciado em relação aos judeus, aos TJ era apresentada uma “Carta de Renuncia de fé”, aqueles que assinassem tal carta e dedurasse os que insistiam na doutrina das TJ recebiam a liberdade. Alguns certamente fraquejaram e renunciaram a sua fé, mas muitos foram como Sadraque, Mesaque e Abednego e, por isso, assim como os judeus, foram lançados nas valas ou nas câmaras de gás para posteriormente serem incinerados. Em todos os eventos citados acima, notamos que a existência de um sistema regido por um homem ou um grupo de homens que exercem pressão nos demais para que adotem suas crenças pessoais.
.
O mundo é assim, sofremos constante pressão por parte dos "regimes" invisíveis ditados pelo homem, se não tomarmos cuidado, às vezes tentando nos adequar ao regime e/ou agradar ao homem negamos ao nosso Deus, negamos a essência da nossa fé, damos mal testemunho. É assim quando nos tornamos mentirosos porque atendemos o telefone e nosso chefe nos instrui a dizer que ele não está, é assim quando por questões estratégicas da empresa a verdade “precisa” ser escondida, é assim quando deixamos de declarar determinados rendimento ao fisco. São pequenos atos, mas que entristecem o Senhor.
.
Nos dias de hoje, como cristãos, temos uma liberdade qual os que vieram antes de nós não tiveram, estamos em um Estado Democrático de Direito, que através das leis garante o direito a crença, culto e liberdade de expressão. Na maioria das nações, com exceção daquelas que há conflitos étnicos religiosos, ninguém mais é morto por não acatar as imposições de seus lideres e muito menos por defender a sua fé.
.
Mas temos que ser espertos porque o diabo é esperto, ele se apresenta em pele de cordeiro, muitas vezes pode estar no meio do rebanho, muitas vezes pode estar presente na cúpula das igrejas.
.
Um dos pilares da reforma protestante é a “sola scriptura”, e isto não é exclusividade das igrejas protestantes (batista, metodista, presbiterianos, luteranos, etc), tomemos, por exemplo, o credo doutrinário da igreja evangélica pentecostal Congregação Cristã no Brasil (CCB), que diz que a Bíblia é nossa única regra de fé e conduta, tanto é que nosso ministros rejeitam toda e qualquer “filosofia humana” e “literaturas estranhas”.
.
A fé cega é nociva para a propagação do Reino de Deus, temos que fazer como Paulo orientou em suas cartas, que julguemos as coisas que saem da boca dos profetas para verificar se elas realmente provêm de Deus. Mais tarde Martinho Lutero nos lembrou disso novamente e em diversas ocasiões, a primeira foi com a publicação das “95 teses” e depois em seu sermão de natal no ano de 1522 quando disse: “Vão para a própria Bíblia, caros cristãos, e não permitam que as minhas exposições e as de outros estudiosos sejam mais do que uma ferramenta que capacite a edificar de forma eficaz, de modo que sejamos capazes de compreender, experimentar e habitar a simples e pura Palavra de Deus, pois apenas Deus habita em Sião".
.
E temos que fazer isto mesmo, pois, como já dito acima, o diabo é astuto, se veste de em pele de cordeiro, está no meio do rebanho e pode estar também nas cúpulas das igrejas, realmente tenhamos a Bíblia por infalível Palavra de Deus, busquemos de Deus a compreensão para todas as coisas, julguemos tudo que sai da boca dos nossos ministros, julguemos as suas listas de ensinamentos, vejamos se tudo realmente provêm de Deus e está em conformidade com a Bíblia, ou se a história está se repetindo, e através de “decretos humanos”, como a do rei Nabucodonosor, e cegamente estamos negando a essência dos ensinamentos de Jesus descritos no evangelho e o nosso próprio Deus, vejamos se não estamos nos curvarmos diante da falsa doutrina.
.
Façamos como Sadraque, Mesaque e Abednego que valorosamente defenderam a verdade e a fé em Deus, não temamos aos homens que nos ameaçam com o fogo do inferno aumentada em sete vezes de quentura apenas porque não aceitamos outra fonte de autoridade senão a Bíblia e, por isso, os questionamos para impedir que a Palavra seja corrompida mais uma vez.

OBSERVAÇÃO: a CCB foi usada como exemplo mas isto serve para todos os cristãos.

Fiquem na paz e no amor de Deus!

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação