domingo, 22 de novembro de 2009

Paremos de cortar as asas, liberdade aos passarinhos!

12 comentários

Impedir nossas irmãs de tocarem na orquestra é como se cortássemos as asas de um passarinho, porque assim impedimos que ele voe livremente, gozando com alegria e com cânticos a liberdade qual Deus o concede. Sujeitar nossas irmãs a tocarem apenas Órgão é como se limitássemos a sua liberdade, assim como quando colocamos um pássaro dentro de uma gaiola, ele até canta, mas não com a mesma alegria que cantaria caso estivesse livre. Bom seria para a obra de Deus se o nosso ministério não mais cortasse as asas musicais das nossas irmãs, que não mais engaiolassem nossas irmãs, limitando-as a tocar Órgão, que deixem elas livres para gozarem da liberdade que Deus as deu, para que elas inclusive louvem a Deus com os instrumentos que forem do seu agrado. É muito triste escutar tristemunhos de irmãs brasileiras que gozam de liberdade no exterior para tocar seus instrumentos, mas ao chegarem ao Brasil são impedidas de louvar a Deus com os mesmos. O que é isso, uma espécie de “liberdade condicional”, onde se goza de semi-liberdade???
Quem nunca ouviu falar da irmã Natalia que durante o tempo em que esteve no exterior louvava a Deus com seu instrumento, mas que chegando ao Brasil, na sua comum congregação, foi advertida a não tocar sob a penalidade de ser considerada insubordinada ao ministério, qual seria sua acusação: louvar a Deus com seu instrumento??? "Que todos os seres e povos louvem a Deus com seus instrumentos", não é isso que determina a Bíblia, qual temos por infalível Palavra de Deus e única regra de fé e conduta???
Tristemunho semelhante também ocorreu com nossa irmã Rubia, vinda dos Estados Unidos, também teve sua liberdade musical caçada, foi proibida de tocar seu violino num culto que tinha apenas três músicos. Isso é lamentável, pois, esta irmã além de ser musicista em outro país, também é instrutora musical. É muita ingratidão com alguém que voluntariamente contribui para o avanço da Obra de Deus.
Certa vez alguém me disse que o ancião Jorge Couri, presidente da Congregação Cristã no Brasil (CCB), é a favor das irmãs voltarem a fazer parte da orquestra, não acredito nisto, pois, não nota-se nenhum movimento que indique que nossas irmãs voltarão a tocar nas orquestras, pelo contrário, é com tristeza que recebemos a noticia que o Brás decidiu que não mais se oficializará, no Brasil, músicos e musicistas para tocar Acordeon (sanfona), instrumento que no sul as irmãs estão liberadas para tocar, devido a carência de músicos.
Se o Jorge Couri realmente for a favor de devolverem a liberdade musical das nossas irmãs, boa coisa já é, mas além da sua “vontade” pessoal, é necessário que ele tenha vontade política, coragem e se dedique ao assunto, para que junto do conselho de anciães decidam devolver a liberdade para que nossas irmãs voltem a tocar livremente nas orquestras e readquiram o direito biblico de louvar a Deus também com seus instrumentos, quando isso acontecer será uma grande festa, com muita musica e cânticos de louvores, que chegarão como precioso, suave e agradável perfume ao trono do nosso Pai que estás nos céus. Mas será algo diferente, porque na CCB haverá menos diferenças entre homens e mulheres.
Com a reintegração das irmãs na orquestra a orquestra vai ganhar em beleza, e assim como aconteceu com as muralhas de Jericó, muitas muralhas espirituais poderão ser derrubadas com o sopro dos intrumentos tocados por elas, com isso muitos crentes serão libertos das prisões sem muros que fazem cativos servos(as) de Deus.

12 comentários:

Regina Farias disse...

Caro irmão em Cristo.
Falando sinceramente e com muita tristeza no coração, digo com toda sinceridade que eu não sei como você ainda não foi expulso pois só porque eu fui dar a dica de leitura de um livro que fala acerca da história da CCB, um livro sério, baseado em fatos históricos, quase fui colocada na fogueira da inquisição.
Tem gente que prefere ficar assim mesmo como o pássaro do texto. Ferida e presa.
A minha oração é por essa liberdade em Cristo, pois quando "ele subiu às alturas, levou cativo o cativeiro".

Veja esse link http://www.cacp.org.br/procurar.aspx?cx=017248244387329854261%3A7sj04r2uxig&cof=FORID%3A11&ie=UTF-8&q=entrevistas%20ccb&sa=Pesquisar#908

Só para que nenhuma instituição tenha a ingenuidade ou presunção de "achar" que está acima de qualquer suspeita.

E que Deus continue te cobrindo de bênçãos!

Cristão CCB disse...

Irmã, uma coisa é expulsarem um Ricardo Adam porque ele adota um discruso ácido, pois quase ninguém tolera ele, outra coisa é expulsar alguém de bom testemunho e zeloso da palavra de Deus.
Se um dia me expulsarem por causa das coisas que escrevo aqui, talvez seja a hora de eu sair, pois, será notório que nossos ministros não aceitam o credo doutrinário da CCB, ignorando o primeiro, recusam a Bíblia como fonte a autoridade e fazem decaradamente acréscimos a Ela.

É como disse João: "conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará". João 8:32

Qual é meu pecado ou do que vão me acusar??? De levar a palavra de Deus as criaturas??? assim como determinou o próprio mestre (Marcos 16:15).

De falar a verdade para meus irmãos(ãs)???

"e vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade. Por isso, deixando a mentira, fale cada um a verdade com o seu próximo, porque somos membros uns dos outros." Efésios 4:24-25

Fique na paz de Deus!!!

Regina Farias disse...

Bem...
Eu não sei quem é a pessoa em questão, portanto não posso opinar.
Porém, quanto à "acidez", o próprio Jesus foi ÁCIDO em dois casos específicos: quando se pronunciou contra a instituição religiosa que se achava a dona da salvação eterna e contra a hipocrisia.
Deus te abençõe!
R.

eli batista da silva disse...

paz de Deus, gostei muito das postagens do seu blog, excelente trabalho. Quando tiver tempo venha visitar meu blog tbm
www.assembleiacristanobrasil1.blogspot.com

Anônimo disse...

Será que é possível mandar um manifesto ao Brás pedindo a exclusão do tópico que proibe os acordeon?

Julio Mota disse...

Queridos irmãos e irmãs, convenhamos, de onde teria que partir a iniciativa de que fosse possivel AS IRMÃNS TOCAREM??? DELAS MESMAS!!!! Mas o que se nota é um comodismo por parte das irmãs, eu já noticiei isto no youtube.com. Elas nao fazem nada, não "CHUTAM O BALDE" estão acomodadas com o abacaxi! ESTA É A VERDADE! Alguem vê alguma irmã postar algum blog lutando contra isso? NÃO! Alguem vê alguma irmã unindo-se com um grupo grande de irmãs e tomando o pulpito no meio de uma reunião de mocidade tomar o microfone e em no me de Jesus exigir seus direitos para todos?? NÃO! As irmãs parecem acomodadas e na igreja já se sentem satisfeitas em conseguir um marido crente e que seja trabalhador, só isso. ISSO CARAS IRMAS, É O QUE ESTA DANDO A ENTENDER POR PARTE DE VOCES! VOCES ESTÃO IMÓVEIS, NÓS HOMENS ESTAMOS FALANDO, FALANDO E FALANDO, VOCES CONCORDAM MAS NAO FAZEM NADA. VÃO À LUTA! UNAM-SE! PROVOQUEM TUMULTO! VOCES ACHAM QUE ORAÇÃO IRÁ AJUDAR VOCES EM ALGO? NÃO! VOCES PRECISAM DA ORAÇÃO E A INICIATIVA!VOCES PRECISAM SE MEXER! VOCES SO CONSEGUIRAM O DIREITO DE VOTAR POR QUE VOCES SAIRAM AS RUAS, BATERAM DE FRENTE COM OS OPOSICIONISTAS, GRITARAM, CHUTARAM, BRIGARAM E CONSEGUIRAM! PARA VOCES CONSEGUIREM ALGO NA CONGREGAÇÃO CRISTÃ, TERÁ QUE SER COM LUTAS! E NÃO SOMENTE COM ORAÇÕES. esta é minha opinião. Se voce concorda ou não, este é meu email juliomota0@hotmail.com. Meu nome é Julio Mota e sou de Araraquara SP, e apoio todo movimento a favor da liberdade Feminina na CCB, mas acho que somente com a luta da mulher isso será possivel. O video que citei é esse:

http://www.youtube.com/watch?v=dxOiy8cncNE

Ezequiel disse...

A CCB tinha que mudar muito e ter mais AMOR no coração de muita gente!!!

Samuel disse...

Paz de Deus irmãos!

Só um detalhe. Poucos sabem, porém o Ricardo Adam (líder por muito tempo do "movimento" de reforma da CCB), nunca perdeu a liberdade na igreja. Pelo contrário, depois de uma reunião, o irmão disse que ele continuaria com liberdade e inclusive deixou registrado em ata. Quem dúvida, é só congregar no Jardim Paulista (capital de São Paulo) e conversar com o ancião de lá. Para se perder a liberdade na CCB por críticas não é tão fácil como dizem. Tem um monte de figurinha carimbada na internet que há muito tempo fazem críticas a CCB e continuam com liberdade total na igreja.

Irmã Regina,

O referido site CACP conta muitas inverdades e lendas sobre a CCB. Tem um tópico no blog ccbsemcensuras que mostra a resposta de um diácono a cada afirmação do referido site, que na minha opinião fez esse artigo com claro desejo de denegrir e provocar a CCB. Não vejo que eles querem "ajudar"...

Deus te abençoe!

Cristão CCB disse...

Samuel, a paz de Deus!

O nome disso é esperteza. Se cortassem a liberdade de Ricardo Adam, estariam apenas chancelando que a CCB não aceita as críticas, e que os ministros não se curvam diante da Palavra de Deus, além de que o próprio Adam faria uma estardalhaço na internet com uma ação dessas por parte do ministério. Sabemos que por muito menos, outros irmãos(ãs) tiveram suas liberdades ceifadas.

E o que dizer do irmão Marcelo, que escreveu o livro "Por trás do véu"???

Quanto a CACP, no "CCB Sem Censuras", tem um artigo acadêmico denominado "Rivalidade Pentecostal" que reflete bem quais são os motivos do CACP atacar a CCB e outras denominações.

Fique na paz e no amor de Deus!!!

Samuel disse...

Amém irmão Mário,

No caso do Ricardo Adam não creio que foi esperteza não. Na verdade muitos queriam tirar a liberdade dele sim e fizeram reunião para isso. Acontece que o ancião do Jardim Paulista, um caro servo de Deus muito amoroso disse, que era melhor ele estar fazendo esse "movimento" dentro da igreja do que fora dela... Muitos torceram o nariz, mas acabaram aceitando. Tem muitas outras figuras carimbadas na internet que tem total liberdade na CCB.
No caso do irmão Marcelo, o problema maior não foi o livro, e sim o fato que ele se associou a outra denominação (recebendo patrocínio para o livro) para poder criticar a CCB. Inclusive participava de um programa de rádio onde com outros pastores contava as mazelas da CCB (fazendo a festa dos opositores da CCB).
O irmão Leonardo (muito conhecido nas comunidades do orkut), membro da CCUS (Congregação dos EUA) escreveu um livro sobre a CCB. É considerado pelos que entendem do assunto um dos melhores lançados (não é um livro para fazer média com a CCB). Esse irmão não sofreu nenhuma represália ou ameaça por causa do livro. Qualquer coisa fale com o irmão Charles (blog do Charles)e pergunte a respeito disso.
Quanto a tirar a liberdade, sim temos muitos, mas temos que analisar cada caso. Esse negócio de tirar liberdade muitas denominações o fazem. Tem muita denominação tradicional que se mostra amorosa em vários aspectos, mas já tirou liberdade de muitos, apenas pelos mesmos acreditarem na manifestação do espírito santo em forma de dons. Qual é pior? Não sei. As duas podem ser ruins... Por isso digo que nesse meio todos tem seus erros...

Deus te abençoe grandemente.

Ps.: PArabéns pelo blog. Está cada vez melhor!!!

Anônimo disse...

Irmaos amados. vcs estao presos a tantos detalhes, comentarios, protestantes, escritores fajutos, e estao se esquecendo da vossa verdadeira luta, contra os principados , as potestades, e contra o principe da trevas deste seculo , e contra as ostes espirituais da maldede, nos lugares celestiasis. Sejamos espirituais, e nao façamos notorio estes protestantes, estes livros , comentarios e que este publico que cultua essa coisa seja simplismente ignorados por vos homens e mulheres espirituais.

Jorge Denkio disse...

Se esses se calarem as pedras clamarão, vão ler a Biblia estudar apalvra e não ficar se apegando em coisas que nãao edificam louvem ao senhor com canticosw. amem

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação