quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Notificação Vigilância Sanitária - Cálice único em santa ceia

5 comentários
Clique na imagem para ampliá-la.

Clique na imagem para ampliá-la.



5 comentários:

Anônimo disse...

Meu caro leia direito e veja que a notificação não é da Anvisa e sim da secretaria de saúde local.

Cristão CCB disse...

Obrigado pela correção!

A ANVISA é orgão um federal que tem apenas carater regulador, ou seja, emite leis e recomendações sanitárias, a fiscalização do cumprimento das leis, averiguação de denuncias e promoção de praticas sanitárias que assegurem o direito a saúde coletiva são de responsabilidade dos municipios, e é executado pela secretaria de saúde municipal/vigilância sanitária.

Deus abençoe!

Daniel Pereira disse...

Quero ver como fica: aqui em minha cidade há um caso de gripe suína entre o ministério.

Como ficará a santa ceia?

Anônimo disse...

Não é uma notificação e sim um oficio circular onde ha uma "recomendação", a questão do uso de calice coletivos é reconhecida pela teologia de cunho ortodoxa, sendo respeitada a visão de cunho religiosa, havendo por parte do governo brasileiro "recomendações" e não proibições legais. As mesmas doenças possivelmente transmitidas pelo contato no calice tambem seriam pelo ar e contato no ambiente, como as gripes, tuberculoses, etc., dar enfase em "suposta" base legal para deixar de lado um mandamento que não possui brecha é ir alem do que esta escrito, estas mesmas contaminações são transmitidas no partir do pão, no espirro, etc., na questão de infectologia as postagens deste blog deixa muito a desejar, expondo apenas opiniões contrarias sem expandir o assunto.

ministerioluzdedeus@hotmail.com

Anônimo disse...

Se não há restriço~es biblicas em individualizar o cálice, porque não adotar essa prática? Temos que separar o que é biblico e o que é tradição. Temos que cuidar e estar atentos, pois cada dia aparece uma nova doença. Mario, muito bom seu blog.

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação