quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Eu traí meu marido!

24 comentários
Em vista dos comentários que surgiram no texto abaixo, reproduzo abaixo o texto do irmão Caio Fabio, indicado pelo ir.Roberto, pois, será de grande valia não somente da irmã que me questionou, mas também de outros(as) que se encontram na mesma situação.
....Deus vos abençoe!



EU TRAÍ MEU MARIDO!
.
Por Caio Fabio ( http://www.caiofabio.com/ )
.
To: contato@caiofabio.com
Sent: Monday, February 09, 2009 4:25 PM
Subject: Problemas...


Caro Caio,


Vc deve receber mil e-mails diariamente, porque nós somos sedentos de palavra que nos acalente, e porque somos complicados por natureza; sei lá...

Deixa eu ir direto ao assunto...

Há nove anos sou casada e conheci meu esposo numa Igreja evangélica. O período de namoro foi bastante conturbado, e, naquele momento, antes do casamento, eu sabia que estava entrando numa relação complicada; mas eu o amava; na verdade, ainda o amo.

Naquele tempo eu pensava que com minhas orações e com minha busca a Deus, as coisas iriam melhorar.

Ele, meu esposo, na época namorado, também buscava muito ao Senhor; e isso me dava estímulo para prosseguir, pois via que quando algum problema surgia, ele buscava conselho e buscava a Deus; então, prossegui com aquela história.

Nós casamos; e o começo foi muito bom, embora com problemas como qualquer casal normal...mas ele me procurava para ajudá-lo em suas questões. Depois de uns anos de casados ele saiu da Igreja e desviou-se da fé, conseqüência de um suposto entendimento científico e crítico/racional.

O pior é que essa nova posição dele trouxe conseqüências para o casamento. Ele negava a tudo que se relacionava com a Igreja e dentro desse pacote estava eu. Quis sair de casa, aproveitar a vida, me deixou por várias vezes, me traiu...

Pisou com vontade, mas sempre se arrependia e eu sempre o perdoava; embora sempre eu é quem tomasse a decisão de colocarmos um ponto final na história.

Comecei a fazer terapia e ainda estou nela, pois, o assunto é o mesmo: meu casamento.

Eu realmente não entendo o que acontece. Quando ele me confessou a traição foi como se o mundo caísse sobre minha cabeça, mas mesmo assim eu queria perdoar, eu queria reconstruir o meu casamento; mas não consegui.

Qualquer oportunidade de jogar... e eu jogava na cara dele.

Eu não saí da Igreja, mas passei por fases na vida cristã após esses ocorridos.

Primeiro, briguei com Deus; depois, me tornei indiferente a Ele; depois fingia que podia tudo sozinha; comecei a me achar auto suficiente... E, nesses anos todos, fomos de idas e voltas, eu e meu marido; tentando consertar o que não tinha mais conserto.

Brigas e mais brigas e voltas e separação... Foi assim, ou melhor, está sendo assim...

Então ele foi para outra cidade trabalhar.

Entendi que o casamento estava querendo melhorar e tentei ir para onde ele estava, mas ele não quis que eu fosse.

Brigou feio comigo para eu não ir.

Hoje eu sei que ele tem algum problema de fundo emocional...

Mas, meu Deus! Como amo esse rapaz!

Ele aprontou tantas comigo que não entendo porque quero ainda ficar com ele.

No fim do ano passado, eu decidi acabar tudo, não agüentava mais...

Então conheci um rapaz que era um sedutor de primeira. Eu recebia flores todos os dias, chocolates, cartões amorosos, e-mails...

Ele é viúvo.

Comecei a me envolver de um tanto que dois meses depois ele conseguiu me levar para a cama.

Nesse espaço de tempo eu não estava mais com meu esposo.

Mas me arrependi profundamente e já pedi perdão ao Senhor, mas eu não estou me perdoando!

Voltei a procurar meu esposo pra gente tentar de novo e sei hoje que tudo o que eu jogava na cara dele eu também sou capaz de fazer; e isso me fez entender o perdão.

Mas eu me pego pensando se eu não deveria contar ao meu esposo o que ocorreu, como lealdade a ele, ou se devo guardar comigo. Queria ser verdadeira com ele assim como um dia ele foi comigo, mas eu não fui capaz de entender...

Temo também porque diante de Deus eu pequei; pois, não era isso que Ele tinha e nem queria comigo. Mas isso me trouxe um crescimento espiritual muito profundo, pois reconheço hoje que sou pecadora e que careço da Graça de Deus.

Deixei o rapaz; ele continuou a me procurar, queria um relacionamento sério, mas não era o que Deus tinha para minha vida.

Fico pensando se Deus vai permitir que um dia eu me case de verdade. Por ter pecado, penso, às vezes, que terei que ficar sozinha pra sempre...

Mas fui muito judiada pelo meu marido... Sei que isso não justifica o que fiz. Serviu sim para eu saber o que sinto e que o que de fato quero é a reconstrução do meu casamento, mas ainda não sei se meu marido quer; ele ainda não tem essa resposta.

Obrigada Caio, obrigada por tudo!
_________________________________



Resposta:

Querida amiga: Graça e
Paz!

Obrigado pela confiança. Peço a Deus que me dê sabedoria.
Assumo, pela ausência total de referencia a eles, que vocês não têm filhos. Estou correto? Ora, sendo assim, sem filhos, em geral, ao ver problemas e problemas, sendo as pessoas jovens, sempre tendo a seguir um principio universal de Paulo: “Pois o que quero é evitar sofrimentos...” — enunciado por ele no contexto do casamento, e, mais adiante, ao aconselhar um hipotético casal existindo em estado de guerra, e, no caso, sugerindo que melhor que a conjugalidade em guerra, é a separação; posto que, diz ele: “Deus vos tem chamado à paz!”
No entanto, apenas sentindo seu coração de mulher e a energia de sua carta, senti que existe em você muito amor por ele; e também senti que não é obsessão, nem fixação, mas carinho, amor, muita vontade de fazer bem a ale; e, com ele, a você também.
Achei louvável a sua coragem de romper sem titubeio com o sedutor, o viúvo, sem ter ainda garantia alguma da parte de seu marido; pois, assim fazendo, você mostra que seu amor é seu; e não dependente do dele.
Ora, é isto que faz a diferença entre meninos e meninas e homens e mulheres.Vi, no entanto, que apesar de afirmar no inicio que sabia que estava perdoado, o resto de sua carta é a de uma pessoa que não se perdoou; e mais: que, no fundo, acha que também não foi perdoado por Deus.
O espírito da absolvição pela barganha com a culpa está presente em você. Por isto você está disposta até mesmo a ficar sozinha para o resto da vida como punição.
Ou, então, sente que deve contar ao seu marido, não apenas por uma questão de lealdade, mas, também, em razão da absolvição pela punição que a confissão trará.
Posso apenas dizer o que sinto. Nada além disso. Afinal, é apenas isto que posso fazer quando não existe mandamento. E, neste caso, não há um mandamento do amor que mande que, pelo amor à culpa, a pessoa se destrua.
Portanto, o que sinto é que se você contar a ele, possivelmente ele não suporte. Pois, se ele está na dúvida, tal confissão seria uma pá de cal.
Afinal, se você, antes de fazer algo semelhante ao que ele fez muitas vezes a você, não conseguia perdoá-lo — sendo que você sempre soube que o amava —, o que esperar dele, que foi massacrado pelas suas acusações justamente acerca disso?
Além disso, se apenas você e o cara sabem disso, e se ele está quieto, não vejo porque, tendo você se arrependido tão profundamente, ter que vir a contar ao marido, sendo que ele nada sabe, e que terá nisto apenas uma provocação, uma facada informada quando a ferida já está para sarar... O que você precisa é se perdoar. O Senhor já perdoou você. Por que você não aceita o perdão que veio Dele, e o faz a sua paz?
Sossegue o coração; e, pela primeira vez na vida, ame com bom senso e com maturidade. Dê a você e a ele a chance de terem ainda uma vida tranqüila.
Entretanto, se não houver paz, deixe-o e siga; posto que a Palavra nos diga que um casal em guerra nunca seja vontade de Deus.
É infinitamente melhor se separar com dignidade e paz do que viver em guerra e indignidade conjugal.
Estarei orando por você no dia de hoje.
Não deixe que a culpa seja jamais o motor de qualquer decisão em sua vida. Sem amor toda decisão é apenas uma escolha, nada além disso. Receba meu carinho e meu estimulo para que você leia o site e entre para assistir a Vem e Vê TV.

Nele, que perdoa as nossas iniqüidades e sara as nossas
enfermidades,

Caio
9 de fevereiro de 2009
Copacabana - RJ


24 comentários:

Anônimo disse...

A Paz de Deus seja convosco,

Achei a historia interessante, e mais comum do que se imagina. Mas como Caio sabe que Deus JÁ a perdoou?

Daniel Pereira disse...

talvez pelo fato de em 1 joão 1:8 estar a resposta.

Anônimo disse...

Irmãos a palavra é o tudo na nossa vida .ela nos da e nos tira, ela perdoa e ela julga .só DEUS poderá te dar.

Anônimo disse...

Passei e estou passando por algo semelhante; minha esposa me traiu, porem foi honesta o suficiente para me dizer. Ja tentei perdoar milhares de vezes, ja pedi ao Senhor que me ajude, mas simplesmente nao consigo: nao posso evitar o sentimento de desprezo e nojo que sinto so de olhar para ela. Eu que era um cristao sincero, musico, que sempre trabalhou na igreja, hoje nao passo de um "esquenta banco", isso quando vou ao culto, coisa rara. Minha auto-estima anda a zero; fico imaginando as outras mulheres casadas da igreja, pensando se elas trairiam seus esposos por minha causa, ja que a minha me traiu com outro, e ja pensei -sem concluir- ate em "tentar alguma coisa" com algumas delas,apenas para provar a mim mesmo que nao sou o lixo que me fizeram creer, que valho algo para alguem. Sei que muitos lerao isso e dirao que "necessita nascer de novo","o perdao e' divino", "70 vezes 7", etc e tal. Ja sei de tudo isso; foi professor de escola dominical. Gostaria de que alguem que seja realmente nascido de novo e que tenha passado por situacao semelhante respondesse, pois essa historia ja esta se arrastando por 4 anos, sem sinal de melhora, afectando minha saude espiritual e mental, meu trabalho, minha familia, a maneira como trato meus filhos, tudo, tudo, tudo. Me sinto tao inutil, tao fraco, tao nada que as vezes nao tenho animo nem de viver. Eu tinha minha esposa em um nivel tao alto que quando algum colega de trabalho mencionava algo sobre alguma mulher bonita que passava, eu sempre respondia "sim, e' bonita, mas minha esposa e' muito mais". Hoje em dia a coisa se inverteu: Alem de magoa,nao sinto nenhum tipo de atracao quando a vejo, e ja me envolvi ate com prostitutas, pois essas sei que nao me rechacarao, enquanto tenha dinheiro. Maridos e esposas, cuidado com o que fazem: os efeitos podem ser eternos. Nao estou querendo chamar a atencao ou despertar misericordia; apenas desabafando e alertando a outras pessoas que podem estar passando pelo mesmo que eu.

Anônimo disse...

EU NA MINHA OPINIÃO ,ESTA É UMA HISTORIA MUITO CONTURBADA. SOU PSICOLOGO A 5 ANOS E CONFESSO NUNCA VI UMA HISTORIA COMO ESTA . MAS COMO OS DEMAIS AMADOS TABEM QUERO TC MEU COMENTARIO; DIGAMOS QUE VC DEICHOU A CARNE FALAR MAIS ALTO EM MUITOS MOMENTOS DA VIDA, CASAMENTO É ASSIM'NÃO SE ADPTA PARA SE CASAR, SE CASA PARA SE ADAPTAR-SE UM AO OUTRO,MAS ACONTECE QUE VC SE ESQUECEU QUE ESTA MUDANÇA PRECISA PARTIR DOS DOIS E NAO SO DE UM . HA BUSCA A DEUS PRA ABENÇOAR UM RELACIONAMENTO E UMA ATITUDE TANTO QUE APLALSIVEL, MAS POREM ESTA BUSCA PRECISA SER MAIS QUE UMA SIMPLES BUSCA PRECISA SER SIM UMA ENTREGA TOTAL. OU SEJA VC DEVE ESTA SEMPRE ABERTA PRA PALAVRA FINAL DE DEUS, E PARECE QUE ESTA PALAVRA FINAL VC NAO ESTAVA MUITO AFIM DE SABER NE? AGORA PRECISAMOS CUIDAR DO SEU PRESENTE. O C0RAÇÃO DO SER HUMANO TEM UMA FACILIDADE MUITO GRAND EDE GUARDAR RANCOR´OU SE PRENDER EM COISAS VÃS PROCURE A LIBERTAÇAO EM CRISTO JESUS ,ELE PURIFICA O TEU CORAÇAO

Marcos disse...

Eu só posso dizer, que o puritanismo exagerado apenas causa disturbios psicológicos e sociais como estes que lemos... devemos entender que ninguém é de ninguém, se um casal é fiel e vive unido é porquê o casamento está bom, mas se não tiver como, eles podem continuar se tratando com respeito mesmo quando termine e se separem.

Devemos sempre levantar a cabeça e continuar a nossa vida, livre de culpas e sabendo que Deus nos ama e ele corrigirá o que está errado, basta vivermos nossa vida com fé, e agarrando as oportunidades que aparecem.

Marcos disse...

Ao rapaz traído,

Espero que você consiga sair dessa. Para isso, você precisa de um novo Amor. É o único jeito. Abra seu coração para outra mulher e seja feliz.

Você vai ver quão insignificante isso tudo ficará qdo vc estiver feliz com outra!

Anônimo disse...

Procure com sinceridade a paz de DEUS e coloque nas mãos dele todo o seu tormento e vc verá daqui a algum tempo que tudo fez parte de um plano perfeito de DEUS na tua vida.

Anônimo disse...

Olha tb ja passei porisso trai meu esposo e me arrependo muito, so que no meu caso contei pra ele querendo ser sincera, hoje sofro as consequencias mas posso dizer que sinto mais proxima de Deus porque quero salvar minha alma, clamo todos os dias da minha existencia perdao a Deus!, e tenho fé que posso alcançar misericordia a função do INIMIGO em nossas vidas e desfazer casamento o inimigo estava tentando acabar com minha vida com do meu marido e das minha filhas, estou passando uma mar de lutas e sei que esta batalha e espiritual esses dias vi o proprio demonio rentar me matar enforcada a noite estava dormindo quando senti alguem com a mao na minha garganta me inforcando quando abri meus olhos vi um vulto preto me inforcando, sabe porque isso ele queria acabar com minha alma estou lutando contra ele todos os dias da minha vida Amo meu esposo e estou lutando por ele ... Porisso quem passou e esta passando porisso peço que ore pois a luta e espiritual
Deus Abençoe...,

Anônimo disse...

Eu tambem sou casada a um ano emeio e trai meu marido com meu melhor amigo.Fisemos sexo,foi bom mas ao mesmo tempo que faziamos eu me arrependia a cada segundo,pois sou evangelica e sou regente na minha igreja.Eu não quero largar esse cargo,mas como vou continuar regendo sabendo eu do que fiz.Deus nos ama mas não ama o nosso pecado.Eu só o beijava mas aconteceu mas que um beijo.Sófizemos uma vez,e depoi dessa eu quero parar poi amo meu marido e não quero perder ele por causa de um simples desejo corporal,mas tambem não quero perder meu amigo.Eu não fiz isso por vingança a ele,mas é que toda vez que nós estamos em casa ele só fica no computador jogando,ele é muito viciado em jogos,e isso virou uma rotina pra mim.Ele liga o pc de manhã e só sai a noite naora de dormir.O meu amigo ja é diferente,ele me da carinho otempo todo,diz que me ama sei eu perguntar,me escreve cartas lindas de amor e me elogia sempre.Emeu marido já parou de fazer isso a muito tempo,e só me leva pra sair se eu implorar e for muito dramatica.Já não sei mas o que fazer,poiisso esta me tirando do seri,nós nem temos filhos,e olha que já pedi um poi adoro crianças,mas ele sempre diz:agora não.Já conversei varias vezes com ele sobre o que esta me encomodando,mas ele não muda.O que fasso poi amo meu marido e não quero perder meu amigo!

Anônimo disse...

Sou evangélico e acho um absurdo que mulheres e homens evangélicos traem as pessoas que amam. Muitos dizem que quem trai é porque não ama. Mas isso não é verdade. Conheço vários casos de pessoas que traem por vários outros motivos e não por que não amam seus parceiros. Acredito que para que uma situação como essas possa ser evitada, que as pessoas procure descobrir as causa que os levam a trair: Curiosidade em conhecer outro, princípalmente as que se casam virgem; ausência de liberdade sexual do casal; facilidade e oportunidades oferecidas por outras pessoas; falta de atenção dos parceiros ou é falta de caráter.As demais causas sõa mais fáceis de serem superadas. Mas se for por falta de caráter, não tem volta...Portanto pelo menos evitem se comprometer com pessoas de mal caráter e converse bastante com sua amada sobre sexo.

Anônimo disse...

Olha meus irmãos se algum de vós,quer seja irmão ou irmã na fé trair o seu conjuge,guarde segredo e não conte pra ninguem,pois nem o homem nem a mulher vai perdoar aquilo,ninguem quer ser corno da vida,dizer que vai contar para mostrar que é sincero ou sincera é pura besteira o casamento vai por agua abaixo,pode até morar junto para não desmembrar a familia mas o desejo de um para o outro vai acabar e sem desejo não tem sexo só tem desgosto,portanto se errar fecha a boca e espera na misericórdia de Deus,Se tiver coragem pede a separação se não tiver fique de bico calado.

Anônimo disse...

DEUS EM PRIMEIRO LUGAR EM NOSSAS VIDAS DEPOIS QUE ERRA JA SENDO BATIZADO FICA DIFICIL PORQUE JESUS NAO MORREU DUAS VEZES PARA PERDAO DOS PECADOS [RESISTA AO DIABO E ELE FUGIRA DE VOS]

santiago disse...

Essa prática de traição está aumentando em toda sociedade, em parte atribuo ao avanço tecnológico. O uso de intretenimento da internet, como MSN e orkut faciluitam essa relação. Atitudes que você não teria coragem de realizar pessoalmente você faz pela internet. trocas de emails, geralmente de forma gentil e carinhosa força uma resposta tambem gentilil e carinhosa, e isso vai acontecendo com frequencia e com intensidade cada vez maior.No início você finaliza mandando abraço, depois com abraçosssss e mais adiante com beijos. a conversa vai acontecendo até se consolidar em encontros presenciais e quem sabe até o sexo propriamente dito.

Anônimo disse...

eu tambem estou no mesmo barco do irmao traido ...eh, não é facil vc encontrar outra pessoa da mesma igreja ...quando se é traido nao conseguimos outro casamento ,porque entre os irmão fica a duvida de quem foi a culpa ,certo?hoje me encontro separada pela segunda veze parada ,porque nao consequi leva-lo p igreja me sinto mais inutil ainda....quem quizer desabafar e so mandar e-mails(msn;amjs2010@hotmail.com

Anônimo disse...

me diga uma coisa quem tem sabedoria, pela biblia um divorciado que se casa de novo esta vivendo em adutério, ele tera o perdão de Deus, para ser salvo?

ansadriano disse...

Hebreus 6 2- E da doutrina dos batismos, e da imposição das mãos, e da ressurreição dos mortos, e do juízo eterno. 3- E isto faremos, se Deus o permitir. 4- Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do Espírito Santo. 5- E provaram a boa palavra de Deus, e as virtudes do século futuro, 6- E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério.


Hebreus 10 26- Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, 27- Mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários. 28- Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas. 29- De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça?

2 Pedro 2 20- Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro. 21- Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado; 22- Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espojadouro de lama.

1 Coríntios 5 9- Já por carta vos tenho escrito, que não vos associeis com os que se prostituem; 10- Isto não quer dizer absolutamente com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo. 11- Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais.. 12- Porque, que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro? 13- Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai, pois, dentre vós a esse iníquo.


1 Coríntios 6:19 15- Não sabeis vós que os vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei, pois, os membros de Cristo, e fá-los-ei membros de uma meretriz? Não, por certo. 16- Ou não sabeis que o que se ajunta com a meretriz, faz-se um corpo com ela? Porque serão, disse, dois numa só carne. 17- Mas o que se ajunta com o Senhor é um mesmo espírito. 18- Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo. 19- Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? 20- Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.

Hélio disse...

Caro irmão "ansadriano"

Bem, entendendo o contexto da postagem e lendo as referências biblicas que você vinculou dentro deste mesmo contexto isso significa que você acredita que aquele irmão que era chegado em uma bebida alcoolica após ter recebido o conhecimento da verdade sobre o pecado de se embriagar e acaba por um infortunio caindo em pecado de desobediência se embriagando ele não terá mais chance de perdão diante de Deus?

Você pensa assim?

luis disse...

É um ABSURDO quando leio as pessoas dizerem que é 'melhor não contar para o conjuge' a traição.

Temos que nos arrepender profundamente e confessar a Deus em primeiro lugar, depois temos que confessar para o nosso cônjuge também, claro.

O que as pessoas querem é não enfrentar as consequências, elas pensam que se confessarem a Deus e ESCONDER do conjuge isso não irá trazer consequências, ledo engano. as consequencias virão só que piores do que se a pessoa tivesse confessado ao conjuge. (o conjuge ou um filho podem se perder ou ficar doente, por exemplo, Em Nome de Jesus isso não vai acontecer)

Deus perdoa o pecado, mas a gente tem que enfrentar as consequências.

Se as pessoas sabendo que terão consequências, elas traem mesmo assim. imagina se não trouxessem consequência alguma.

Agora, o que eu acho é que a pessoa deve ORAR para saber QUANDO CONTAR. aí sim, Deus irá orientar o momento certo de contar.

Com sabedoria. num evento da igreja, numa célula, diante do Pastor. eu não sei. só Deus sabe o momento certo e ocasião certa pra contar. deve-se orar e jejuar para saber o momento de dizer, mas não se deve esconder indefinidamente.
Nunca conte ao cônjuge no meio de uma briga. Ore a Deus !

Ricardo disse...

Olá Pessoal
Sou novo aqui e com o tempo e com a permissão de vocês gostaria de dar algumas opiniões pois vejo que alguns estão se equivocando em certas colocações e nas respostas e nos aconselhamentos.
Primeiro queria me dirigir com todo o respeito ao (ansadriano): Meu irmão tudo isto que você escreveu citando a Palavra de Deus está totalmente correto, porém tu esqueceu de citar o principal – Quando a Palavra se refere dizendo de que adiantou toda a obra redentora para aqueles que tornaram atrás para a vida mundana e que para estes não há mais remédio, é bom deixar bem claro que isto não se refere aos que caem ou pecam mesmo de que de forma voluntária mas se arrependem e voltam a Deus.
Estas palavras citadas por você são sim para pecadores que voltaram para o mundo e não mas voltaram para a igreja.
Deus para ver a diferença? Um é o crente tropeçar e cair no pecado mesmo que intencional e depois se arrepender, dois é um crente que desistiu da Igreja e refutou definitivamente a Cristo para curtir o mundão. As palavras colocadas por ti irmão são para o caso 2, senão a Graça não seria Graça
Fica com Deus = PAZ

Ricardo disse...

Caros irmãos
Eu já tenho outra opinião sobre confessar adultério ao cônjuge – Primeiro que só Deus perdoa os pecados, nenhum ser humano tem poder de perdoar. Segundo que quando pedimos perdão a alguém temos de reparar o erro, e como é que se vai reparar a traição?? Se eu lhe tivesse roubado dinheiro ou algum outro objeto de sua casa ou mesmo te caluniado na empresa e etc. Ai sim eu poderia vir até você e pedir perdão e te restituir do que fiz.
As estatísticas mostram que 99,99% dos casos de confissão de adultério a nível mundial acabaram em separação, cada um foi para o seu lado separando a família, os filhos foram seriamente afetados psicologicamente, alguns (filhos) nunca mais entraram numa igreja (e hoje são do mundo) ou odeiam os pais. Os casais separados constituíram novas famílias e novos filhos sem mesmo terem casados e estão em adultério permanente e em muitos casos a revolta foi tanta que ocorreram assassinatos, vimos recentemente um caso assim aqui no Paraná.
A prova é que estes 99,99% das pessoas das estatísticas não levaram em conta a Palavra de Deus nesta hora, duvido que se alguém chegasse à casa do irmão mais equilibrado da igreja e dissesse, Irmão faz 1 ano que sou amante da sua esposa, mas nos arrependemos deste ato abominável diante de Deus e viemos aqui pedir o seu perdão = Agora me respondam com sinceridade, vocês acham que o irmão mais equilibrado ia dizer = Tudo bem, em Nome de Jesus eu perdoou vocês !!! Ou teria velório na casa de alguém ????
O principal neste caso é ter um real arrependimento e NUNCA mais fazer isto, confessar a DEUS somente e Ele lhe perdoará, tomando o cuidado para não confundir e ter uma sensação de remorso ou medo do cônjuge ao invés de arrependimento por ter desobedecido a Palavra de Deus, remorso Deus não aceita, agora real arrependimento por ter pecado contra Ele SIM. Veja Isaias 1:18 que Ele o Senhor diz que apagaria todos os teus pecados, perdão completo, hoje na graça temos esta possibilidade também.
A pessoa que traiu pode sim chegar ao conjugue e dizer assim: Meu amor, eu quero pedir perdão por tudo que por ventura eu tenha te ofendido, ou pecado contra ti ou te desrespeitado ou qualquer coisa que eu tenha feito que te magoou, você me perdoa?? Tenho certeza que o conjugue vai dizer sim = Resolvido, pois foi confessado á DEUS mostrando arrependimento verdadeiro, pois estes arrependimentos não provem do coração do homem, más são frutos do Espírito Santo de Deus que nos convence a agirmos assim e a termos nojo do pecado. Na Palavra de Deus diz SIM para confessar nossos pecados uns aos outros, então, a pessoa confessa ter pecado, mas não precisa detalhar neste caso, é como disse acima, MEU AMOR, EU QUERO PERDIR PERDÃO.
Hoje as pessoas estão com as pedras na mão, Jesus mandou que atirasse a primeira pedra quem não tivesse pecado, vazou todo mundo, e cadê o homem nesta história que estava com ela?? Jesus disse, vá e não peques mais !!!!
Para todos aqueles que cometeram adultério eu deixo meu conselho como pastor, se arrependa e nunca mais façam isto, se você continuar a sentir remorsos é porque você não está dando 100% de valor a GRAÇA do Pai, Ele te perdoa e amou o mundo de tal maneira, mas você duvida !!!!!
Sejam e equilibrados para não penderem um dos lados da balança da nossa própria justiça, pois bem disse o profeta Isaías que somos como o imundo e que nossas justiças são como trapos de imundícia (Isaías 64:6)= sejam santos = (separados das coisas do mundo) e agradem a Deus com a obediência da Palavra.
Na Paz de Cristo
Ricardo

Perdido disse...

Pastor Ricardo, fiquei mto contente em ler seu entendimento em relação a este assunto, pois enquanto lia os outros comentários achei q não tinha mais salvação e se eu contasse ao meu cônjuge, certamente nos separariamos e não é isso q quero, pois temos um filho nosso e eu já trouxe um fruto de um relacionamento anterior qual não deu certo. Cometi um pecado, mas não quero q Deus volte su face de mim...não sou batizada na igreja evangélica, mas começei a frequentare quero Deus na minha vida. O que fiz foi coisa de momento, não quero cair de novo nessa imundice. Pastor Ricardo, traga mais de sua sabedoria a todos nós, pois pelo visto precisamos e muito.

Olivrodofim.net disse...

Escrevemos em www.olivrodofim.net : "Dois podem mudar o fim. Um é Deus, o outro você"
Mudar o fim, é a maneira de enfrentarmos o momento seguinte. Mudar um comportamento, ser melhor.
A consciência é a alma de Deus em nós. Mudar o fim é voltar do caminho errado e escrever o fim que queremos.
Portanto, se estamos preparados para o fim que queremos, ou seja, com a pessoa amada, alçar a evolução é utilizar daquele erro para o bem de sermos melhores.
Todos em Sodoma eram pecadores, assim como em Nínive. A
diferença está no arrependimento.
Arrependeu-se de coração, então está agora preparado
para fazer alguém feliz, e nenhuma separação do mundo trará alguém tão especial quanto o seu amor.
Esse peso na consciência e suportar o próprio pecado sozinho, é a cicatriz que te marcará para não errar mais.
Deus vos abençõe, leiam e encaminhem www.olivrodofim.net

Joselito disse...

Mesmo com argumentos fortes "legítimo" ou desculpas esfarrapadas, a parte (marido ou mulher) que diz ser liberto das práticas do pecado e que trai está se contradizendo. O Espírito Santo, a Palavra de Deus (como em I Coríntios 6:18) o anjo e os mais diversos tipos de comunicados da parte de Deus (a inteligência, etc) dão várias advertências e chances para que a pessoa repense o que está fazendo.
O que acontece é que mais cômodo e prático trair que pedir separação ou investir pesado na reconstrução do casamento (pagando o preço); afinal, haverá prazer sexual com outra pessoa e isso é gostoso, alem disso, separação é um escândalo (traição não, pois já virou mania entre os evangélicos).
Pagar o preço para reconstruir o casamento? Ela ou ele se lasque, eu quero mais é cuidar do meu umbigo!
Mas, se essa revolta é tão legitima assim, porque se faz escondido??
Em época de crise no casamento ou não, o que está faltando é vergonha na cara é temor as advertências de Deus.
Tem pessoas que passam 10 horas por dia ou mais assistindo TV, ao telefone batendo papo com o próprio satanás encorporados em "amigos e amigas" (muitas vezes desviados do Evangelho de Cristo), mas não tem coragem de chegar 10 min. mais cedo na igreja para buscar forças de Deus na oração (quando vai) ou não tem tempo disponível para calar a boca e ouvir o que Deus quer falar através das mensagens faladas ou entoadas (preferem dar ouvido a fofocadas ou a cantadas.
Já cansou de tentar dialogar? Tenho minhas dúvidas.
Os "pesquisadores" não são bestas e estão em cima dos evangélicos, com suas "pesquisas" que trás vergonha ao bom evangélico. Tá bom pra você, joio?
Deus está pronto para perdoar, mas agora o preço das consequências será bem maior que aquele. aquele que não se quis pagar para prevenir (I Samuel 15:22)!!!!!!!!!
Fiquem com Deus.

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores