quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

A CCB como ela realmente é

4 comentários
Texto de Guilherme Pacce
.
O QUE TODOS VÊEM

É uma igreja evangélica extremamente organizada.
Poucas entidades tem a mesma ordem.
Tem a estampa de uma franquia multinacional, sendo identificada de longe em qualquer lugar que se passa.
Seus templos,com cores e formas mais ou menos padronizadas, alegram os corações de seus membros ao serem avistados.
Nota-se o zelo e o amor de seus administradores em qualquer parte do mundo.
Em tempos de construção, a simples contemplação do mutirão de trabalhadores voluntários, que sacrificam seus finais de semana só para estar presente ajudando no que souber fazer, sensibiliza qualquer pessoa ou autoridade.

O QUE É POR DENTRO

Quem entra pela primeira vez... ou admira muito,ou estranha muito... mas percebe-se que tanto um quanto o outro acostuma rápido com o visual...
Homens de terno, separados das mulheres...
Muito... muito respeito. Centenas de cabeças cobertas com o véu... Uma orquestra melodiosa,agradável, executando hinos maravilhosos...
Todos os assuntos abordados durante o culto, tem conotação profunda e especificamente espiritual,com a ressalva de alguns avisos, comunicados e lista de eventos da obra.

Num destaque: A pregação! - Em sua maioria feita por homens que demonstram ter desenvoltura, eloqüência,habilidade.
As palavras parecem que vão acabar por revelar o nome da pessoa que tanto necessita daquela pregação.
O comentário mais freqüente de alguém que foi convidado a assistir um culto na congregação cristã é de que teve sentimentos fortes como nunca havia tido em nenhum outro lugar e que realmente teve a impressão de que alguém havia “contado” ao pregador detalhes íntimos de sua vida...
Enfim, a pessoa vai embora com uma sensação agradável e com vontade de voltar...

A CONFIABILIDADE

Outro aspecto notável e que valoriza muito a congregação cristã é a transparência nítida de seus assuntos financeiros... tema delicado que tem deixado a desejar na maioria das igrejas evangélicas. Sendo indispensável para o bom funcionamento de qualquer entidade, tem sido tratado com boa estratégia e facilidade.
As contas estão abertas aos membros e é de fácil acesso a qualquer auditoria.
Qualquer um que tome conhecimento de que está freqüentando uma igreja evangélica que em suas pregações não vai ficar massacrando assuntos de prosperidade material com apelações financeiras, já se impressiona...

Nos dias em que estamos vivendo, ninguém acredita que possa existir uma igreja evangélica que tenha em sua liderança, homens honestos que não dependem de salários pagos pela igreja, e que fazem aquele trabalho de atendimento à obra de Deus com a mais pura voluntariedade e alegria dividindo sua vida particular, orando,visitando em casas e hospitais, aconselhando uma multidão de pessoas, se aperfeiçoando em inúmeras reuniões, congregando quase todas as noites. A qualquer um que não entenda a pergunta seria : “ é verdade que estes homens não ganham nada??”

E a resposta é esta : “ não ! não ganham nada aqui na terra!...” anciães,diáconos, cooperadores, administradores,músicos, engenheiros, advogados, médicos, pedreiros, marceneiros, serventes ... todos! todos fazem tudo voluntariamente por amor !!!
Somos sem dúvida um povo maravilhoso, que em SUA MAIORIA ainda é assim exatamente como descrevemos neste texto... e quem tem mais de trinta anos neste caminho pode até acabar chorando depois de ler estas linhas porque já provou tudo isto...sabe que é verdade...

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Porque estou falando assim... As coisas mudaram?
- “não sei ! ” responda você !!!

Eu ainda acredito em meus irmãos... eu ainda acredito na igreja, na instituição..., eu ainda acredito em DEUS.
Tenho congregado por aí e as vezes, na hora do culto me lembro das conversas de alguns reformistas.. dos diálogos revoltados, das acusações, dos acontecimentos contados, e olho ao meu redor (do banco dos musicos) e vejo no olhar daquelas pessoas a ingenuidade, o respeito, a inocencia, a alienação... e até me sinto culpado! Porque eu mesmo também meto a boca de vez em quando...mas chego a pensar que não está longe não, de conseguirmos ver nossa vitória!
Faça a sua parte, eu estou fazendo o que senti e não vou deixar ninguém estragar a minha igreja !!!
.
===================================================
MEU COMENTÁRIO SOBRE O TEXTO DO IRMÃO GUILHERME PACCE
.
Há alguns anos, depois de ter lido um artigo sobre a CCB, no site da CACP, e que inclui a CCB no rol das seitas, comecei buscar outras literaturas para saber o que andavam falando da CCB por aí, pois, assim como o irmão Guilherme eu também não conseguia e ainda não consigo muitas coisas do que nos acusam.
Em três literaturas que já li sobre nossa igreja, inclusive a do irmão Marcelo (Por trás do véu), os autores não passaram nem perto de dizer como a CCB realmente é em sua essência, o que com sucesso conseguiu o nosso irmão Guilherme Pacce. Os autores dos livros consultados se ocuparam mais em fazer os relatos históricos da instituição e reflexão dos seus erros (alguns pertinentes e outros puramante fantasiosos).
Com tanta mentira circulando na rede achei importante replicar o texto aqui para que em meio tanta mentira que circula na rede, a verdade também esteja disponível para aqueles que querem saber quem realmente é a Congregação Cristã no Brasil.
Problemas tanto a CCB quanto as demais denominações têm, e é por isso que eu criei esse blog, porém, temos que tomar cuidado que pequenas coisas se sobreponham as grandes verdades.

4 comentários:

Victor Rafael disse...

Sou assembleiano, umas das coisas que gostaria de ver nos irmãos da CCB e que me entristece é que eles pelo menos na minha cidade Petrolina os CCB nos chamam de fariseus, por que pregamos nas ruas (grandes cruzadas, evangelismos de rua em rua), que não vamos para o céu porque só eles vão, não nos saúdam, e sempre a mesma coisa véu véu véu, osculo osculo e osculo. Bem, eu prefiro que dez bêbados deixem de beber e vão aceitar Jesus na CCB do que irem pro inferno, se eu disser o contrário aqui para algum irmão da CCB eles iram dizer que os (bêbados iriam pro inferno do mesmo jeito). Paulo evangelizou um continente inteiro, onde está o farisaismo aí, pedro pregou para uma multidão e quase três mil almas, onde está escrito que só eles iram para o céu (uma vez falando com um abençoado ele quase me bate, porque eu disse eu vou para o céu pois tenho toda a certeza de que Jesus me Salvou), e não saúdam cadê o amor, amar a Deus e ao próximo? Porém é como Paulo disse: II Co Cap. 3 12 Tendo, pois, tal esperança, usamos de muita ousadia no falar.
13 E não somos como Moisés, que trazia um véu sobre o rosto, para que os filhos de Isra desvanecia;
14 mas o entendimento lhes ficou endurecido. Pois até o dia de hoje, à leitura do velho pacto, permanece o mesmo véu, não lhes sendo revelado que em Cristo é ele abolido;
15 sim, até o dia de hoje, sempre que Moisés é lido, um véu está posto sobre o coração deles.
16 Contudo, convertendo-se um deles ao Senhor, é-lhe tirado o véu.
17 Ora, o Senhor é o Espírito; e onde está o Espírito do Senhor aí há liberdade.
Que Jesus abençoe os irmãos da CCB e dispertem vcs para o evangelismo, Jesus está voltando não enterrem os talentos de vcs.

Cristão CCB disse...

Caro Irmão Victor,

Que a paz do nosso Senhor Jesus Cristo esteja em seu coração!

Primeiramente agradeço pelo comentário.

A respeito das suas observações tenho a comentar: Que infelizmente aqueles que dizem que são fariseus os que pregam pelas ruas está demonstrando o total deconhecimento das Escrituras, pois, determinou o Senhor que pregassemos por todo o mundo e a toda a criatura (Mc 16:15). Não se atentam que se os apostolos fizessem apenas como eles, ou seja, pregassem apenas no interior dos templos o número de convertidos seria muito menor, e eu, você e esses irmãos que os acusam de farisaimo talvez nem seríamos conhecedor do Evangelho.
O desconhecimento das escrituras também é manifesto quando dizem que somente os ccbeianos seremos salvos, pois, também nos ensina a Palavra de Deus que a salvação é possível à todos(as) que crerem no senhor Jesus (At 16:31).
Infelizmente esses tipos de comentários ainda acontecem, porém, hoje com frequência bem menor do que no passado, pois, há muito somos ensinados por nossos ministros que não devemos discriminar os irmãos das demais denominações e nem criticá-los, a própria mentalidade do povo mudou, repare nas diversas comunidades virtuais como os ccbeianos têm se expressado sobre o desabamento do Templo da Renascer, o amor é nitidamente manifesto e inclusive todos se referem aos membros da Renascer como irmãos. Aqui na minha região quase não se nota essa "rivalidade" existente em sua região, também não posso deixar de comentar que tudo que acontece do lado da CCB para as demais denominações também acontece em sentido contrário, não faltam criticas e acusações contra a CCB, muitas delas infundadas. De qualquer forma ambos que assim se portam estão em desacordo com a Palavra de Deus, melhor é que os irmãos vivam em união.

Quanto a questão do véu e do óculo, o que falta é amor de ambos os lados, que pode ser resolvido se ambos os lados souberem respeitar as particularidades de cada um.

Achei importante o comentário do irmão sobre a saudação, e sobre isso deixarei um versículo para que os irmãos que leem este comentário reflitam e mudem suas posturas.

"E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim?." Mateus 5:47

Continue a nos visitar e oremos uns pelos os outros para que o Senhor sempre nos ilumine.

Deus abençoe,

Mario

Anônimo disse...

"Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união", Sal.133..., que profundidade maravilhosa há nesta palavra...
Quem já deixou de ser menino em Cristo, já sabe o que faz na obra de Deus, para o progresso da Igreja...; meu desejo, de coração, é que todos nós que cuidamos ser servos de Deus, pudéssemos nos unir no amor de Cristo, principalmente os pentecostais, para o progresso da Igreja de Deus, sem orgulho algum, mas respeitando as diferenças doutrinais de cada denominação, sem desavença..., afinal somos ensinado a não por tropeço algum na obra de Deus, mas sim, suportarmos mutualmente, pois a graça de Deus é multiforme...
Tenho certeza que grande parte de nossos irmãos(ãs), teem essa consciência.
Irmãos, vamos nos unir pela causa de Cristo, pois os dias são maus!!!

A paz de Deus!

grato!

Elisielly disse...

Queria que todo lugar fosse como é Campinas :(

Postar um comentário

Comente, elogie ou critique a postagem, mas se porte como cristão, não use "palavrões" e nem ofenda pessoas ou instituições.

Seguidores

Divulgação